Arquivo do mês: março 2013

BlitzDigital

Mais uma voz está surgindo entre nós. Entrou no ar hoje, domingo, 31 de março, dia da Ressurreição do Senhor Jesus, o site BlitzDigital, voltado para a informação e formação dos policiais militares do Brasil. Site que alia jornalismo de qualidade sob a ótica policial, focado na missão e honra militar, além de tecnologia, Fé e cultura. Acessem:http://blitzdigital.com.br/

Parabéns aos amigos Cap. Olavo e Cap. Aguiar pela iniciativa!

575835_498454983551380_1059640628_n

 

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Diversa

I Passeio Ciclístico pela Paz no Riacho Fundo I

O policiamento comunitário tem por objetivo aproximar a polícia da comunidade. Desmistificar a ideia formada no “imaginário coletivo” de que todo policial é violento, ou seja, aquele que mata, aquele que tortura, aquele que agride, dentre outros pensamentos.

526524_438376142911114_458376948_n

Precisamos aproximar a polícia da comunidade,  alguém precisa dar o primeiro passo. Iniciamos uma campanha nesse sentido, de antemão, agradeço os amigos da REDE DEMOCRÁTICA por também aderir a esse movimento!

733935_588939537782727_1154615691_n

Hoje estivemos no Riacho Fundo I apoiando o 1º Passeio Ciclístico pela Paz no Riacho Fundo. A cidade teve três homicídios e um ferido por “bala perdida” no início do mês. O evento foi organizado pelo GRUPO PEDAL RIACHO E O POSTO COMUNITÁRIO (PCS 013). Parabéns aos organizadores do evento (SGT PAULA, ANDRÉIA LIMA e ROBERTO LIMA)

149210_639213276104600_1703746714_n

299140_639211916104736_263182118_n

Foi algo diferente. Maravilhoso ver adultos, adolescentes, crianças e policiais de folga, moradores da cidade, misturados em meio a população em um lindo evento na cidade.

9977_639069449452316_1877957841_n

Fizemos um percurso de 6km dando a volta em toda cidade, partindo do PCS 013, no Centro da cidade. Um grande evento. Parabéns aos organizadores do Evento e todos os patrocinadores que contribuíram de coração para que tudo fosse feito.

67934_639082316117696_455498489_n

3 Comentários

Arquivado em Diversa

Internação compulsória para usuários de crack

Além de saúde pública também é um problema de segurança pública. NÓs agentes de segurança pública precisamos compreender que também somos vítimas de tal problema, pois somos utilizados como o braço forte do Estado para manter os usuários sob controle, muitas vezes a corda sempre acaba arrebentando para o nosso lado. Precisamos de uma solução para os problemas de saúde pública, mas também precisamos de uma resposta voltada para o mal social que os usuários causam. Quando o usuário coloca em risco somente a sua vida é um problema de saúde pública, quando coloca a vida de terceiros, ou seja, da coletividade passa ser um problema de SEGURANÇA PÚBLICA. Precisamos buscar uma solução para esse problema!

579899_426764144085263_525245495_n

Quando falamos em políticas públicas voltadas para o “combate” as drogas devemos fazer as seguintes perguntas: 1) O que fazer com aqueles jovens que ainda não experimentaram as drogas? O PROERD faz isso muito! 2) O que fazer com aqueles que já usam, mas que ainda tem controle sobre suas vidas? 3) O que fazer com aqueles que já NÃO possuem controle sobre seus atos, ou seja, foram dominados pela droga? É preciso atacar os traficantes e buscar meios de evitar que esse usuário tenha acesso as drogas. Estamos falando de segurança pública preventiva (MAL SOCIAL) e de UMA EPIDEMIA (Uma epidemia se caracteriza pela incidência, em curto período de tempo, de grande número de casos de uma doença) na saúde pública (MAL FÍSICO). Você concorda?

É preciso uma lei para normatizar o tema em nossa cidade. Internação compulsória para usuários já!

Entre nessa campanha! Vamos invadir as redes sociais: Entre no link abaixo e compartilhe:

http://www.facebook.com/aderivaldo.cardoso#!/photo.php?fbid=426764144085263&set=a.230333457061667.53169.100002550434603&type=1&theater

1 comentário

Arquivado em desmilitarização das polícias, Reflexão

Carga horária semanal para policiais e bombeiros – Desmilitarização cultural

Carga horária de policiais e bombeiros militares de MG é aprovada na CCJ da ALMG

19/03/2013
A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), aprovou nesta terça-feira, 19/03, o Projeto de Lei Complementar 33/2012, de autoria do deputado Sargento Rodrigues, que define a carga horária semanal dos policiais e bombeiros militares de Minas Gerais.
Há 10 anos o deputado vem lutando para aprovar, em lei, a definição da carga horária para os policiais e bombeiros militares.  Durante esse período foram realizadas quatro audiências públicas para tratar do assunto.
carga
Sargento Rodrigues recebeu inúmeras denúncias relacionadas à sobrecarga de trabalho, que, segundo ele, os comandantes da polícia e do bombeiro militar, em nenhum momento reconheceram a carga horária excessiva, inviabilizando a compensação das horas ultrapassadas.
De acordo com o deputado, a jornada de trabalho excessiva causa vários problemas à saúde física e psicológica dos servidores. “Esses problemas têm como  consequência, além dos problemas de saúde, graves riscos à atividade dos policiais e bombeiros militares. Eles precisam estar bem psicologicamente e fisicamente para melhor desempenhar  suas funções”, afirma.
Após a aprovação do PLC 33/12, o deputado lembrou que todos os servidores públicos dos três poderes do Estado de Minas Gerais já têm a carga horária definida em lei. “A aprovação desse projeto na CCJ é o “início do fim” da escala de escravidão imposta na polícia e no bombeiro militar de Minas”, conclui.
205

3 Comentários

Arquivado em Tira dúvidas

Votação do nosso aumento salarial

Ontem foi um dia agitado na Câmara Federal. Ocorreu uma grande discussão sobre a criação de novos cargos que pudessem atender a estrutura do PSD, partido recriado para acomodar discidentes. Um tema polêmico entre os deputados que “obstruiu” por diversas vezes a pauta de votação, que incluia nosso projeto de lei que dispõe sobre o aumento salarial das categorias (PMDF, BMDF e PCDF).

Várias emendas foram apresentadas ao Projeto de Lei, sendo a mais polêmica a “emenda nº 01” que altera os critérios de promoção de oficiais superiores, dando amplos poderes ao governo para escolher aqueles que serão promovidos, independentemente da posição no almanaque. A antiguidade deixa de ser algo “essencial” para a promoção ao posto de coronel na PMDF. Uma verdadeira desmilitarização cultural em nosso meio. O dia de ontem foi pautado também por várias reportagens sobre a arapongagem no DF, tema que envolveu o chefe da casa militar, e que segundo as fontes jornalísticas, fora resolvido.

Nos bastidores, ontem foi dia de fazer lobby para a aprovação das emendas. Uma aparente divergência entre o “coordenador da bancada” e o “relator” do projeto pode gerar um recuo na aprovação das emendas. Fala-se que reduziu-se bastante a probabilidade de aprovação de emendas, sendo o mais provável somente a aprovação do texto como foi enviado pelo executivo.

Vários deputados de outros estados, em especial os líderes de bancada, pediram que o texto fosse votado hoje, quinta-feira. É possível que após a votação do tema polêmico sobre a criação dos cargos para o PSD na estrutura da casa, que nosso projeto seja votado ainda hoje. Estamos no aguardo.

Congresso_Nacional

7 Comentários

Arquivado em Tira dúvidas