Arquivo do mês: dezembro 2016

CHOAEM passa a ter metade das vagas por antiguidade

No dia de hoje (23) foi publicada no Diário Oficial da União a Medida Provisória de n° 760,  de 22 de dezembro de 2016, que altera a Lei 12.086, de 6 de novembro de 2009, que dispõe sobre os militares da Polícia Militar do Distrito Federal e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal.

Com a edição da MP as vagas para o Curso de Habilitação de Oficiais Administrativos, Especialistas e Músicos – CHOAEM passa a ser cinquenta por cento das vagas ocupadas pelo critério de antiguidade e cinquenta por cento ocupadas mediante aprovação em processo seletivo de provas, de caráter classificatório e eliminatório, destinado a aferir o mérito intelectual dos candidatos.

Um ponto que se manteve e gerou polêmica foi a idade limite de 51 anos para ingresso no Quadro de Oficiais Administrativos. Para ingresso no Quadro o Policial Militar precisará ter cursado uma faculdade e ter menos de 51 anos de idade até a data da inscrição.

img-20161223-wa0025

Recentemente escrevemos sobre o tema: foi quando o governador encaminhou as alterações ao Governo Federal. Gostaria de parabenizar o Chefe da Casa Militar, Cel Ribas, e o Governador Rodrigo Rollemberg pela coragem em tratar um tema tão importante em nosso meio, também não poderia deixar de agradecer ao ex vice-governador do DF, Tadeu Filippeli pelo empenho em solucionar o problema.

Saiba mais sobre o tema:

https://aderivaldo23.wordpress.com/2016/10/24/12320/

https://aderivaldo23.wordpress.com/2016/05/04/quando-teremos-concurso-para-choaem/

https://aderivaldo23.wordpress.com/2011/01/31/choaem-oficial-administrativo-antiguidade-ou-concurso-eis-a-questao/

https://aderivaldo23.wordpress.com/2016/03/12/encontro-com-o-chefe-da-casa-militar/

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Policiamento Comunitario: visita de japoneses no 9° BPM

Na manhã desta sexta-feira (16 DEZ 2016) a Polícia Militar do Distrito Federal recebeu a visita da policial japonesa Hisami Haoshi, e de membros da SENASP e Agência de Cooperação Internacional Japonesa (JICA). A comitiva visitou a sede do Comando de Policiamento Regional Sul e do 9º BPM, comandados pelo Coronel Nonato e Tenente-Coronel Florestan respectivamente, e conheceu a experiência desenvolvida pela Coordenação de Polícia Comunitária do 9º BPM: núcleo de policiamento comunitário e núcleo de policiamento preventivo orientado à Violência Doméstica (PROVID). A visita foi coordenada pelo Chefe da Seção de Operações e Doutrina Operacional do Estado-Maior (EM/3) Tenente-Coronel Moreno e auxiliada pelo Subchefe da Divisão de Polícia Comunitária do Centro de Políticas Públicas, Capitão Araujo, que há 01 mês retornou do Curso de Operador de Polícia Comunitária, realizado no Japão.
A Sargento Margareth explanou as atividades desenvolvidas pela Coordenação de Polícia Comunitária do 9º BPM e as diversas ações sociais realizadas para aproximar a comunidade gamense da policia militar. O Sargento Marcos Ferreira explanou sobre o enfrentamento à violência doméstica no Gama através do PROVID, e ressaltou a importância da prevenção primária e secundária para um ambiente mais seguro e livre da violência. O Tenente-Coronel Moreno por fim, explicou como funciona a Rede de Comércios Protegidos, iniciada durante seu Comando no 9º BPM, e que através desta iniciativa a comunidade comercial do Gama se sente mais segura e próxima da Polícia Militar, permitindo um ambiente livre do medo e do crime.

Após as explanações, a comitiva visitou a Rede de Comércios Protegidos da Quadra Comercial 06/09 do Setor Oeste do Gama, onde puderam ver na prática como o policiamento funciona e como a comunidade comercial percebe a aproximação da polícia. O comerciante Bruno ressaltou que até o comportamento de pessoas suspeitas mudou, como se eles soubessem que naquele comércio há algo diferente, uma postura de proximidade entre os comerciantes e entre estes e a polícia muito maior.

A visita faz parte do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre Brasil e Japão, com o objetivo de estabelecer um sistema contínuo e autossuficiente de multiplicação da filosofia do Policiamento Comunitário no Brasil.

O Projeto de Capacitação beneficia 26 Estados e o Distrito Federal durante 3 (três) anos de execução. As Polícias Militares dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, sob coordenação da SENASP, atuam como pólos disseminadores de conhecimento, com base em levantamento prévio das iniciativas mais relevantes de policiamento comunitário desenvolvido no país. Recentemente o Distrito Federal foi selecionado pela SENASP como um dos estados modelo.

Os Estados disseminadores e modelo enviam policiais militares para capacitação no Japão, durante 15 (quinze) dias. O aporte da JICA consiste de assessoria técnica com envio de peritos de curta e longa duração, de forma a auxiliar na adaptação das técnicas de policiamento comunitário e multiplicação dessa expertise no Brasil.

A Polícia Comunitária é uma filosofia e estratégia organizacional que proporciona parceria entre a população e a polícia, baseada na premissa de que polícia e comunidade devem trabalhar juntas para identificar, priorizar e resolver problemas como insegurança, criminalidade, tráfico de drogas e melhoria da qualidade de vida.

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Diário Oficial do DF agora só em versão digital

Uma mudança que passou despercebida, mas que fazemos questão de divulgar foi o fato do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) ter deixado de circular na versão impressa desde ontem, terça-feira (13/12). A informação é da Casa Civil. O corte representará uma economia ao GDF de R$ 240 mil por ano, apenas referente à produção do jornal. No documento, são publicados, diariamente, todos os atos públicos do governo.

Segundo a assessoria de comunicação da Casa Civil, dois  pontos devem ser levados em consideração: a modernização do DODF e a sustentabilidade, pois além de economizar com a produção do jornal, aproximadamente 3 mil toneladas de papel impresso deixarão de ser produzidos. Outro fato importante é que a versão digital passará a ser um documento certificado, ou seja, ele agora passa a ter um valor probatório.

Uma das grandes utilidades do Diário impresso era para os servidores nomeados em determinadas funções comprovarem sua situação junto a um banco, por exemplo, ou um servidor que aposentaria para comprovar sua situação. Nestes casos, os servidores precisavam deslocar-se ao Palácio do Buriti para adquirir o Jornal Impresso. O custo do DODF era de R$ 3,oo. Agora basta entrar na página do DODF ou de alguma Secretária do Governo e imprimir o documento. Uma desburocratização que trará bons resultados para todos.

Foto: Dênio Simões

Foto: Dênio Simões

Por: Aderivaldo Cardoso

Deixe um comentário

Arquivado em Diversa

Gastos do GDF com publicidade e propaganda 3o trimestre 2016

Politicadfemnumeros

O DODF 192, de 10/10/2016, informa que os gastos do Governo com Publicidade no terceiro trimestre de 2016 foram de R$ 16.304.885,00.

Este montante foi divido da forma seguinte (confira este gráfico > despesas-propaganda-gdf-3o-trimestre-2016)

Veiculação em TV: R$ 5.049.486,57 (confira os montantes por emissora > dodf-2016-3o-tri-midia-tv)

Produção: R$ 3.774.565,64 (confira os montantes por produtor e tipo > dodf-2016-3o-tri-midia-producao)

Veiculação em Jornal: R$ 3.302.573,37 (confira os montantes por jornal > dodf-2016-3o-tri-midia-jornal)

Veiculação em Radio: R$ 2.219.254,79 (confira os montantes por radio > dodf-2016-3o-tri-midia-radio)

Veiculação na Internet: R$ 949.917,22 (confira os montantes por endereço > dodf-2016-3o-tri-midia-internet)

Veiculação em suportes alternativos (*): R$ 816.717,06 (confira os montantes por empresa > dodf-2016-3o-tri-midia-alternativa)

Veiculação em revista: R$ 175.181,45 (confira os montantes por revista > dodf-2016-3o-tri-midia-revista)

Publicação no Diário Oficial da União: R$ 17.189,42

(*) a veiculação em suporte alternativos – outdoors, paradas de ônibus, carros de…

Ver o post original 134 mais palavras

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Idosa emociona policiais da Estrutural com presente de natal

sgto-750x577

Dois policiais militares da Estrutural foram surpreendidos, na manhã deste sábado (10/12), com um presente de natal pra lá de especial. Dona Arlinda, 69 anos, fez questão de entregar dois perfumes para os militares, que a ajudaram a pagar uma dívida.

A idosa faz o que pode para complementar a renda da família que reside na Estrutural. No entanto, na última semana, ela precisou recorrer à ajuda da Polícia Militar e tentou registrar uma ocorrência.

Isso porque uma das vizinhas deixou de pagar R$ 84 por mercadorias adquiridas. Sem saber a quem recorrer, a idosa, mesmo com problema nas pernas, atravessou a região para buscar apoio no posto policial. A ajuda que dona Arlinda esperava acabou chegando em dobro.

“A situação dela era complicada porque não podíamos fazer muita coisa no âmbito legal, mas ao mesmo tempo ficamos sensibilizados pela situação financeira e, principalmente pela força de vontade que ela tem”, explicou o sargento Aderivaldo Cardoso (foto em destaque).

Para tentar resolver o caso, o policial pegou o telefone da vizinha para tentar convencê-la a pagar a dívida. “Liguei, mas ninguém atendeu. No dia seguinte, eu e meu colega, o sargento Wailant, seguimos preocupados. A empresa que fornece os produtos para a revenda estava cobrando juros e, como o dinheiro não foi repassado, ela não pôde retirar as novas mercadorias”, ressaltou o policial.

Diante da situação, os policiais arrecadaram uma quantia em dinheiro e entregaram para a dona Arlinda. Agradecida, a idosa pagou a dívida e, com a quantia que sobrou, comprou dois perfumes para os sargentos. Presentes que ela fez questão de entregar em mãos. “Ela foi tão cuidadosa que, mesmo sem saber escrever, gravou nossos nomes e pediu para a neta fazer um cartão. Esse carinho nos deixou emocionados”, finalizou o PM.

natal

Fonte: Site Metrópoles (Veja a matéria clicando aqui)

Deixe um comentário

Arquivado em policiamento comunitário