Arquivo do mês: junho 2012

LDO de 2013 aumenta para R$ 900 milhões a verba para reajustes de servidores – Precisamos ficar atentos!

DISTRITO FEDERAL

LDO de 2013 aumenta para R$900 milhões a verba para reajustes de servidores 

Da redação em 30/06/2012

08:44:56

Os deputados distritais aprovaram a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano que vem, durante o serão realizado até a madrugada de ontem, na Câmara Legislativa. Mas os parlamentares alteraram o texto enviado pelo governador Agnelo Queiroz, o que desagradou a integrantes do GDF. O projeto de lei previa inicialmente a destinação de R$ 180 milhões para a concessão de reajustes a servidores públicos do Distrito Federal. Mas os distritais mudaram esse valor para R$ 900 milhões durante os debates em plenário. A decisão que quintuplicou o montante destinado a aumentos salariais deixou o governo preocupado com o impacto no orçamento e com a abertura de brechas para a pressão de sindicatos. O orçamento total para o ano que vem é de R$ 28,5 bilhões.
O governador não pretende vetar os textos aprovados pelos parlamentares. Mas, como o GDF não é obrigado a executar tudo o que está previsto na LDO, o Executivo deve ignorar a parcela reservada pelos distritais para os reajustes. Essa não foi a única modificação promovida pelos parlamentares que causou desconforto no GDF. O projeto original limitava em 50% a parcela das emendas parlamentares que poderiam ser destinadas a eventos, festas e shows. A ideia era ampliar a destinação de recursos para obras ou para a construção de equipamentos públicos. Mas os deputados distritais derrubaram esse trecho do projeto e mantiveram a ausência de limites na destinação de emendas para festas. Informações do Correio Braziliense

1 comentário

Arquivado em polícia militar

Formatura do CAP – Parabéns aos companheiros!

Formatura CAP III. Parabéns aos nobres policiais
Na data de ontem foi realizado no pátio da CAEP  a formatura dos alunos do CAP III. Além dos familiares estiveram presentes o Senador Rollemberg, o Deputado Distrital Israel Batista (profº Israel-PDT-DF), e o comandante geral da PMDF, CEL SUAMY.
Parabenizamos os nobres policiais que concluiram mais uma etapa em suas carreiras com o brilhantismo que mereciam. Cabe ressaltar que esse curso foi diferenciado por conta da viagem de estudos que os 280 alunos fizeram como parte da grade curricular.
“Saber o que é possível é o começo da felicidade.”

Deixe um comentário

Arquivado em polícia militar

Missão dada é missão cumprida! Vá e vença!

Ultimamente tenho me dedicado ao silêncio. Tenho aprendido que o homem faz planos, mas cabe a Deus definir se tais “projetos” serão ou não executados. Uma coisa é certa: não somos deuses, não temos o controle de nossas próprias vidas, devemos aprender, sendo capazes de conviver com as “ingovernabilidades” em nossa vida. Devemos ter foco, nunca desistindo deles, mas tudo tem seu tempo e o seu modo, a sua maneira, de acontecer. Devemos acreditar e lutar sempre por nossos ideais.

Sempre afirmei que a mudança deve ocorrer do MICRO (Individual) para o MACRO (Coletivo) e não ao contrário. Devemos fazer a nossa parte, primeiro tentando nos tornar melhores enquanto pessoas, somente depois enquanto instituição. Se somos MEDIOCRES enquanto pessoas, seremos também enquanto INSTITUIÇÃO ou GRUPO.

Recentemente resolvi fazer um investimento em minha vida. É a eterna busca pelo aperfeiçoamento. Como EX-instrutor de Chefia e Liderança, resolvi assistir a uma palestra de dois grandes palestrantes: HOMERO REIS (Branca de Neve e os Sistemas Gerenciais) e PAULO STORANI (Construindo uma Tropa de Elite). Ambos fizeram-me refletir muito sobre nossa instituição e sobre minha própria vida.

HOMERO REIS ao iniciar sua palestra discorreu sobre a grande competência que normalmente nos falta: A SABEDORIA. Nos explicou sobre o “Caso Salomão” e nos deu alguns princípios que venho sempre tentando convencê-los da sua importância para tornarmo-nos pessoas melhores e posteriormente uma grande instituição. Os pontos importantes apontados por ele:

1) Coloque as pessoas antes das coisas – Pessoas nós cuidamos e acolhemos, principalmente quando se utiliza o slogan: SERVIR E PROTEGER;

2) Precisamos ser capazes de fazer. Precisamos compreender que não valemos por aquilo que sabemos, mas sim por aquilo que fazemos;

3) Precisamos ser íntegros em nossos relacionamentos (trabalho). Existem coisas em nossa vida que não são e não podem ser “mercantis”

4) Precisamos nos reconciliar com a nossa história – Precisamos nos conhecer, pois quando aprendemos a reconciliar com a nossa história abrimos portas. Aquele que não tem o que esconder não tem o que temer. Não pode existir nada em nossa história que nos envergonhe. Precisamos nos confrontar, nos aperfeiçoar.

Ele dá a seguinte definição de liderança:

LIDERANÇA É A CAPACIDADE QUE VOCÊ TEM DE SUPERAR AS EXPECTATIVAS DENTRO DO GRUPO. Quem faz o que ninguém espera, superando as expectativas, torná-se líder. Liderança está intimamente ligada a: SUPERAÇÃO DE EXPECTATIVAS.

PAULO STORANI faz uma palestra sob a inspiração do filme “TROPA DE ELITE” onde ele estabelece a relação entre a realidade do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais da PMRJ) e das empresas e atividades do mundo corporativo. As maiores lições deixadas por ele foram:

TODA “TROPA DE ELITE” ESTÁ FUNDAMENTADA NA VONTADE DOS SEUS MEMBROS, a primeira regra é não convidar ninguém, todos devem ser voluntários e devem pagar um preço alto para permanecer na equipe. Durante a seleção crie ambientes desconfortáveis, depois escolha os melhores entre os voluntários. Nos momentos de crise mostramos quem nós somos. As crises surgem para serem gerenciadas. O segredo está na: SELEÇÃO, PREPARAÇÃO E EXECUÇÃO DA MISSÃO.

FUNDAMENTOS DO SUCESSO DAS TROPAS DE ELITE:

1) SELEÇÃO RÍGIDA;

2) TREINAMENTO RÍGIDO;

3) CONTROLE RÍGIDO DE PERFORMANCE: CONDUTA, QUALIDADE E RESULTADO.

Outro ponto importante que serve tanto para o MICRO quanto para o MACRO é:

1) DETERMINAR O OBJETIVO – DAR UM VALOR A ELE – DEFINIR A MISSÃO;

2) PLANEJAR A MISSÃO – ESTRATÉGIAS E TÁTICAS;

3) PREPARAR A EQUIPE – MOBILIZAR E CAPACITAR;

4) EXECUTAR O PLANO – DISCIPLINA E EXCELÊNCIA;

5) AVALIAR OS RESULTADOS.

Quem colocar tais práticas em sua vida pode considerar-se sábio. Sucesso a todos! Estou me recuperando da perda e da dor. Espero voltar em breve a falar sobre nossa Corporação, pois exige estudo e dedicação. No momento é crescimento e fortalecimento interior.

Para nossa reflexão:

Aquele que anda com os sábios será cada vez mais sábio, mas o companheiro dos tolos acabará mal. (Provérbios de Salomão)

Deixe um comentário

Arquivado em Reflexão

Uma grande ação de uma polícia comunitária: Formar o cidadão do futuro!

Felipe Anderson – atleta que iniciou na PMDF

25/6/2012 09:52:00

 

Comunicação Social
 

A Escola de Futebol Kandangos completou 12 anos de  funcionamento e tem como destaque ter contribuído para a  profissionalização do jogador Felipe Anderson, do Santos Futebol Clube.A  escola Kandangos funciona na unidade policial de Santa Maria ( 26º  BPM). Atualmente, comandada pelo TC Jean, a escola desenvolve um  trabalho social direcionado para a formação do caráter da criança e  adolescente. Se é uma verdade que o excesso de tempo livre facilita que a  criança seja recrutada pelo crime, a Escola Kandangos oferece aulas e  treinamento nos turnos da manhã e tarde para 170 alunos de 7 a 18 anos.

Além do resultado social, a atendimento de crianças e  jovens se apresenta como uma ação preventiva de combate ao crime.  Enquanto uma criança tem esperança em ser um jogador profissional ou mesmo ter  uma profissão, ela não se entrega às tentações apresentadas pelas  organizações criminosas. Todos os dias a Comunicação Social da PMDF  divulga que armas e drogas foram apreendidas com crianças e  adolescentes. E essa realidade pode mudar se o adolescente se recusar a  praticar ações tipificadas como crime ou ato infracional.

Um expoente desta realidade é o história de vida do  atleta Felipe Anderson, jogador do Santos. A iniciação no esporte  ocorreu dentro de um quartel da PMDF, orientado por um policial militar  voluntário. A mãe do Atleta, carinhemosamente chamada de Dona Elza, em palavras muito emocionadas e em  lágrimas, incentivou as crianças e pais presentes a insistirem em participar das  aulas, a jamais deixarem de estudar. Revelou, ainda, que aconselhou  muito o filho a não faltar aos treinos, mesmos nos momentos mais difíceis  que a família passou.

A solenidade para comemorar o aniversário da Sociedade  Esportiva Kandangos ocorreu na manhão de domingo (24) na sede do 26ºBPM.  Compareceram o Adminitrador de Santa Maria Néviton, o fundador da  escola Coronel Reformado Bezerra, o Presidente do Conselho de Segurança  Carlos Alberto, familiares, apoiadores e convidados. A Banda de Música  regida pelo Tenente Bragança recebeu elogios pela excelente  apresentação.

Em rápidas palavras, o TC Jean enfatizou para as  crianças e pais que não deixem a chance de ser um cidadão passar.  Destacou que a aproximação entre Polícia e comunidade é fundamental para  formar um cidadão de bem. E nesse sentido a unidade de Santa Maria tem  dado a sua contribuição.

Uma vez concluída a solenidade, as crianças disputaram a  final da 2ª Copa Tiradente de Futebol de Base. Participaram da  competição 8 times e a final foi disputada pelo Kalangos e Associação  Atlética Santa Maria. Em um jogo muito disputado, o Kalangos alcançou a  vitória por 1 a 0. O atleta Felipe Anderson e seu patrocinador Adidas  mandou para as crianças artigos esportivos como meias, camisetas,  caneleiras, luvas, chuteiras e camisas oficiais do Santos Futebol Clube.

Fonte: http://www.pmdf.df.gov.br/?pag=noticia&txtCodigo=13294

Deixe um comentário

Arquivado em polícia comunitária

Colégio Militar Tiradentes (PMDF) – Inscrições abertas!

“A educação é o único caminho para emancipar o homem. Desenvolvimento sem educação é criação de riquezas apenas para alguns privilegiados.” (Leonel Brizola)

 

Inscrições 2013:

https://aderivaldo23.wordpress.com/2012/09/28/inscricoes-para-o-colegio-militar-tiradentes-2013/

187 Comentários

Arquivado em Concurso

Uma avaliação do nosso atual momento. Precisamos nos manter mobilizados em prol de nossa Corporação!

Não há dúvida de que a polícia é minha grande paixão e minha língua meu grande problema. Tento me silenciar, mas não consigo. Quase todos os dias acordo bem cedo, leio blogs, jornais, emails e alguma parte de um livro, de preferência da Bíblia, e faço meu planejamento diário. Encontro amigos, faço reuniões, discuto normalmente assuntos relacionados a segurança pública, pelo menos uma vez por semana encontro-me com lideranças da PMDF e avaliamos nossas ações.Em alguns momentos, vejo mudanças significativas, em outros, vejo grandes retrocessos. É a vida…

Durante os últimos cinco anos avançamos muito! Duas leis que “reestruturaram” nossa carreira, criando esperanças para os mais novos, curso superior para os que não haviam cursado, dentre outras conquistas. Aprendemos a MOBILIZAR a categoria (que ainda parece uma “tropa”), mas que aos poucos torna-se massa pensante, estamos aprendendo a PLANEJAR e a NEGOCIAR, mas ainda falta muito. É um processo demorado…

Devemos perceber que a migração de uma política dos trios elétricos para uma política de bastidores não é fácil. A mudança gera incômodos e insatisfações diversas. As lutas internas pelo poder também são um grande problema. Como nossas FUTURAS lideranças ainda estão em processo de formação muitos erros ainda serão cometidos. O importante é compreendermos que não importa a velocidade, mas sim a direção.E estamos na direção correta!

Um ponto importante a ser aprendido é que ao se fazer “política” o silêncio é fundamental. Não vemos outras categorias (exemplo PCDF) gritando aos quatro ventos suas mudanças estratégicas, elas são discutidas em “núcleos fechados” e só então implementadas. O debate é salutar, mas entre nossa categoria. Não dá para termos uma informação é passá-la por meio de “bizús” como FURO DE REPORTAGEM, não somos repórteres, mesmo sendo blogueiros. Nossa rede rádio não pode comemorar “vitórias” antes do fim da guerra. Isso atrapalha qualquer negociação política.

Lembro-me do ano passado quando um FURO DE REPORTAGEM nos deixou fora do ORÇAMENTO DESSE ANO. Por causa de uma informação de que nosso aumento seria de 13% em cima do soldo e não da remuneração ficamos sem nada no orçamento de 2012. Precisamos ter cautela em nossas ações. Precisamos discutir e debater, mas as comemorações só podem ser feitas após a concretização da vitória. Outro ponto importante são os ataques individuais que atrapalham toda categoria. Precisamos agir com sabedoria.

A construção é diária. A polícia somos nós, nossa força é nossa voz. Nossa mobilização é muito importante. Agora mais que nunca. Precisamos nos planejar. Saber o que fazer e como fazer! Depois disso, nos mobilizar por meio de ações eficientes, eficazes e efetivas. Quem sabe faz a hora, não esperar acontecer! Separados somos fortes, juntos somos imbatíveis! Precisamos de todos unidos em prol de nossa Corporação. A polícia somos todos nós! Precisamos defendê-la!

3 Comentários

Arquivado em Reflexão

A construção é diária e em silêncio…

Na política e na vida os projetos são construídos em silêncio. Nós da PMDF devemos aprender isso. Os “bizús” matam qualquer possibilidade de mudança e ainda enfraquece os que tem alguma chance no processo. “Bizús” são MENTIRAS que nos destroem ou informações “plantadas” antes da hora que nos enfraquece. Outra lição importante é que na política as coisas simplesmente acontecem, não dando tempo para as reações dos adversários. Qualquer coisa diferente disso é boato. Algo que poderia ser possível torná-se impossível quando o adversário ganha tempo para recuperar-se, fazendo as “alianças” necessárias. Fica a dica…

O jogo nos “bastidores” é pesado…Precisamos aprender a jogá-lo. A primeira regra é controlar a “língua”.

DISTRITO FEDERAL

Patrício não consegue mudar comandante da PM 

Da redação em 18/06/2012 16:34:59

Pelos corredores do Palácio do Buriti a versão é a de que o presidente da Câmara Legislativa, Patrício (PT), seria a fonte dos boatos de que o governador Agnelo Queiroz iria promover uma mudança radical em toda a cúpula de segurança pública do DF. O principal objetivo de Patrício seria a troca do atual comandante da PM, Suamy Santana. Só que hoje em conversa com o deputado distrital Chico Vigilante, o governador descartou qualquer mudança.
E pelo visto a declaração de Agnelo Queiroz é para valer. Tanto que hoje ele fez uma reunião de trabalho com toda cúpula da segurança pública do DF. Pelo que se sabe oficialmente até o momento, Patrício perdeu a briga para recolocar um aliado no comando da Polícia Militar.

Fonte: http://www.estacaodanoticia.com/index

2 Comentários

Arquivado em Reflexão

Tabela: Salário x Custo de Vida das Polícias Militares Brasileiras

De modo geral, no Brasil, a atenção salarial dada às polícias é inadequada, pela natureza do serviço e pelas necessidades sociais comuns a qualquer cidadão. Sempre se aponta a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) como a “prima rica” das polícias militares, já que por lá um soldado PM recebe quase R$5.000,00. Uma questão, porém, não é levada em consideração: qual o custo de vida que um soldado PM tem nos diversos estados do país? A partir desta comparação, entre custo de vida e salário, a PMDF continua sendo a melhor paga do país?

Para promover este debate, tivemos a curiosidade de pesquisar – em fontes informais – o salário atual das polícias militares (soldados 1ª Classe) e o custo de vida de cada capital do país. Neste exercício de curiosidade, descobrimos que, certamente, a Polícia Militar de Sergipe é a PM que possui o salário mais vantajoso do Brasil, enquanto a Polícia Militar do Rio de Janeiro possui o pior salário do país. A PMDF, conforme nossos critérios, tem o 13º salário:

Provavelmente, leitores encontrarão desacertos no valor dos salários e até discordarão dos índices de custo de vida, e até mesmo da metodologia – que não é científica nem definitiva. Outras pesquisas semelhantes podem ser feitas, qualificando os resultados. Por enquanto, nosso objetivo foi alcançado: mostrar que salário é uma medida relativa, não absoluta.

Autor:  – Tenente da Polícia Militar da Bahia, associado ao Fórum Brasileiro de Segurança Pública e graduando em Filosofia pela UEFS-BA. | Contato: abordagempolicial@gmail.com

Fonte: http://abordagempolicial.com/2012/06/tabela-salario-x-custo-de-vida-das-policias-militares-brasileiras/

2 Comentários

Arquivado em Reflexão

Trabalho debaterá unificação das polícias Civil e Militar

11/06/2012 08:15

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público realizará nesta quinta-feira (14) audiência pública sobre a unificação das polícias Civil e Militar.

O debate foi proposto pelo deputado Chico Lopes (PCdoB-CE). “As estatísticas dos órgãos de prevenção e repressão não param de revelar o crescimento contínuo da criminalidade no País. Convém lembrar como chegamos à situação atual – o fato de haver duas polícias: uma militar, encarregada do policiamento ostensivo, e outra civil, com atribuições de polícia investigativa”, disse ele.

“A proposta da unificação das polícias tem causado muita polêmica, e constantes debates estão sendo realizados entre os profissionais de segurança pública, agentes políticos e a sociedade em geral. Por isso, considero oportuna a realização desta audiência pública”, acrescentou.

Foram convidados: – representantes dos ministérios da Justiça e da Defesa; – o secretário de Segurança de São Bernardo do Campo (SP), Benedito Mariano, que é membro do Conselho de Gestores das Guardas Municipais; – o presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia, Ranolfo Vieira Jr.; – o presidente do Conselho Nacional de Comandantes Gerais das Polícias Militares, Nazareno Marcineiro.

A reunião será realizada às 10 horas, no Plenário 12.

Da Redação/WS

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura ‘Agência Câmara de Notícias

5 Comentários

Arquivado em desmilitarização das polícias, Tira dúvidas

Desculpem minha ausência da luta…

Peço desculpa aos meus leitores pela ausência da luta, mas ainda não estou bem. Obrigado aos amigos por sentirem minha falta. Estou um pouco recolhido. Existem momentos em que o silêncio nos fortalece. Semana passada completou seis meses de ausência de Gabriel Brilhante (meu filho). O luto tem prazo para nos adaptarmos. Uma grande dor e um vazio enorme ainda estão muito presentes. A luta diária é para voltar a normalidade. Falta-me motivação. Em breve as coisas se ajeitam. As vezes parece que já passou uma eternidade, pois a saudade é enorme, mas as lembranças são tão recentes que parece  que tudo ocorreu ontem. Iremos superar tudo isso. Grande abraço a todos!

Saiba mais: https://aderivaldo23.wordpress.com/wp-admin/post.php?post=5636&action=edit&message=6&postpost=v2

2 Comentários

Arquivado em polícia militar