Policiamento Comunitario: visita de japoneses no 9° BPM

Na manhã desta sexta-feira (16 DEZ 2016) a Polícia Militar do Distrito Federal recebeu a visita da policial japonesa Hisami Haoshi, e de membros da SENASP e Agência de Cooperação Internacional Japonesa (JICA). A comitiva visitou a sede do Comando de Policiamento Regional Sul e do 9º BPM, comandados pelo Coronel Nonato e Tenente-Coronel Florestan respectivamente, e conheceu a experiência desenvolvida pela Coordenação de Polícia Comunitária do 9º BPM: núcleo de policiamento comunitário e núcleo de policiamento preventivo orientado à Violência Doméstica (PROVID). A visita foi coordenada pelo Chefe da Seção de Operações e Doutrina Operacional do Estado-Maior (EM/3) Tenente-Coronel Moreno e auxiliada pelo Subchefe da Divisão de Polícia Comunitária do Centro de Políticas Públicas, Capitão Araujo, que há 01 mês retornou do Curso de Operador de Polícia Comunitária, realizado no Japão.
A Sargento Margareth explanou as atividades desenvolvidas pela Coordenação de Polícia Comunitária do 9º BPM e as diversas ações sociais realizadas para aproximar a comunidade gamense da policia militar. O Sargento Marcos Ferreira explanou sobre o enfrentamento à violência doméstica no Gama através do PROVID, e ressaltou a importância da prevenção primária e secundária para um ambiente mais seguro e livre da violência. O Tenente-Coronel Moreno por fim, explicou como funciona a Rede de Comércios Protegidos, iniciada durante seu Comando no 9º BPM, e que através desta iniciativa a comunidade comercial do Gama se sente mais segura e próxima da Polícia Militar, permitindo um ambiente livre do medo e do crime.

Após as explanações, a comitiva visitou a Rede de Comércios Protegidos da Quadra Comercial 06/09 do Setor Oeste do Gama, onde puderam ver na prática como o policiamento funciona e como a comunidade comercial percebe a aproximação da polícia. O comerciante Bruno ressaltou que até o comportamento de pessoas suspeitas mudou, como se eles soubessem que naquele comércio há algo diferente, uma postura de proximidade entre os comerciantes e entre estes e a polícia muito maior.

A visita faz parte do Acordo de Cooperação Técnica firmado entre Brasil e Japão, com o objetivo de estabelecer um sistema contínuo e autossuficiente de multiplicação da filosofia do Policiamento Comunitário no Brasil.

O Projeto de Capacitação beneficia 26 Estados e o Distrito Federal durante 3 (três) anos de execução. As Polícias Militares dos estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, sob coordenação da SENASP, atuam como pólos disseminadores de conhecimento, com base em levantamento prévio das iniciativas mais relevantes de policiamento comunitário desenvolvido no país. Recentemente o Distrito Federal foi selecionado pela SENASP como um dos estados modelo.

Os Estados disseminadores e modelo enviam policiais militares para capacitação no Japão, durante 15 (quinze) dias. O aporte da JICA consiste de assessoria técnica com envio de peritos de curta e longa duração, de forma a auxiliar na adaptação das técnicas de policiamento comunitário e multiplicação dessa expertise no Brasil.

A Polícia Comunitária é uma filosofia e estratégia organizacional que proporciona parceria entre a população e a polícia, baseada na premissa de que polícia e comunidade devem trabalhar juntas para identificar, priorizar e resolver problemas como insegurança, criminalidade, tráfico de drogas e melhoria da qualidade de vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s