Teremos redução de interstício na PM e BM

Existe um trabalho interessante, dissertação da querida companheira de trabalho na Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, socióloga, Andréia de Oliveira Macêdo, ex-coordenadora do Pacto Pela vida no DF,  que um dia irei comentar aqui e que tem como título uma “aspas” do então governador de Pernambuco, durante a condução do Pacto Pela Vida em Pernambuco: “Polícia, quando quer, faz!”, que me fez refletir sobre a redução de interstício na PM e reformular tal fala,  em minha opinião o “comando, quando quer, faz!”

Hoje foi publicada a portaria que reduz o interstício para as promoções de praças na PMDF, ou seja, ela reduz o tempo em 50% para que os policiais possam ser promovidos. Na prática, um cabo que está na graduação há quatro anos e três meses, que é o meu caso, mas precisa de no mínimo cinco anos na graduação para ser promovido, poderá concorrer a promoção com dois anos e meio, caso tenha vaga para a graduação superior.

Quero parabenizar o atual comando e o Chefe da Casa Militar pela postura atual. Estive em duas mesas de negociações no ano passado e sei das dificuldades, mas também sei da importância do empenho de um Comandante-Geral para que isso ocorra. Ficamos duas promoções consecutivas sem redução. Um atraso incalculável para alguns, pois matou a possibilidade de promoção para antigos que estavam prestes a ir para a reserva como primeiro sargento, mas tiveram que ir com uma graduação a menos.

A não redução impactou diretamente na próxima promoção, atrapalhando a contagem das próximas, o que em um efeito “cascata” gerou um atraso de no mínimo dois anos no acumulado, condenando os não promovidos neste período de um ano, a uma graduação a menos no futuro, a não ser que ainda seja corrigida tal injustiça. Sugiro um aumento de mil vagas para a graduação de subtenente, nos próximos anos, para corrigir alguns erros do passado e para garantir que todos cheguem a “classe especial” de nossa carreira. Talvez esta seja a única “reestruturação” possível neste governo. O ideal seria o quadro abaixo:

11193336_987709207936107_8287490839479267368_n

Não poderia deixar de agradecer também o governador Rodrigo Rollemberg, pois ele também tem seu mérito nesta redução, pois sei que toda área técnica o orientou para não fazer, em decorrência do estado financeiro do DF, mas como diz um amigo “ele matou no peito e chutou para o gol” acatando os pareceres dos Comandantes da PM, do Corpo de Bombeiros e da Casa Militar. É disso que precisamos, de um governador que tenha coragem para tomar certas atitudes, que reconheça nosso valor e que não nos  deixe abandonados.  Precisamos de um verdadeiro comandante!

20150108001018132905a

Deixe um comentário

Arquivado em Política, reestruturação das polícias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s