Auxílio moradia para policiais civis custaria R$ 120 milhões, afirma secretário de Fazenda

O auditório da Câmara Legislativa recebeu cerca de 200 policiais civis — armados, apesar da proibição expressa no Regimento Interno da Casa — na manhã desta sexta-feira (19) para debater a regulamentação do auxílio moradia para a categoria. Entre os presentes, o mais cético quanto à medida era o secretário de Fazenda, João Antonio Fleury, que citou gastos de, no mínimo, R$ 120 milhões anuais com a implantação do benefício.

Nos últimos três anos, os gastos do Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF) — repasse bilionário anual feito pela União para segurança pública, saúde e educação do DF — ficaram mais concentrados na segurança. Em 2016, R$ 7.109.110.380 dos R$ 12.017.318.201 do FCDF serão para a segurança, cerca de 60%. No ano passado, foram 50,9% e, em 2014, 46,5%.

Debate-se a possibilidade de pagar o auxílio-moradia tanto com verbas do Fundo quanto do próprio GDF. O deputado distrital Wellington Luiz (PMDB) citou um possível repasse em emendas parlamentares à Polícia Civil. O problema, segundo Fleury, são as quantias milionárias. O secretário nem admite a possibilidade de o DF arcar com o valor. “Se o auxílio-moradia couber nos números do Fundo, será tocado. Representantes das forças (Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros) terão de sentar e resolver entre eles”, continuou.

Em pouco mais de três horas de debates, prometeu-se uma reunião entre representantes sindicais e o diretor geral da corporação, Eric Seba, para ver como vai funcionar o andamento. Segundo ele, os valores não estão definidos, “mas dizem ser de R$ 3,6 mil para policiais com dependentes e R$ 1,8 mil para os sem”

Fonte: Blog do Correio Braziliense

thumb-investigacao-criminal

Comento:

É justa e legítima a luta dos Policiais Civis do DF pelo o auxílio moradia igual ao dos Policiais Militares, assim como, também é justa e legitima a luta incansável dos Policias Militares do DF pela equiparação salarial entre as forças de segurança do DF, em especial com a PCDF, e a luta pela promoção à classe especial da carreira até os quinze anos de serviço, como ocorre em outros órgãos.

1 comentário

Arquivado em reestruturação das polícias

Uma resposta para “Auxílio moradia para policiais civis custaria R$ 120 milhões, afirma secretário de Fazenda

  1. Pierre

    Engraçado. Durante três mandatos ou mais precisamente 12 anos o Deputado Fraga nunca alterou as formas de promoção da Polícia ou do Bombeiro Militar. Agora no 4º mandato deseja mais uma vez enganar os pm’s que ele costumava escurraçar de seu gabinete. Sempre tratou mal os policiais e bombeiros que o procuravam. Eu mesmo fui desrespeitado por esse senhor, que falou gritando: que PM não votava nele e agora eu queria sua ajuda. ESSE DEPUTADO FRAGA PRECISA RESPEITAR O POVO E O PM.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s