Unificação de Banco de Dados na Secretaria de Segurança Pública do DF

O governador Rodrigo Rollemberg, em reunião fechada com a cúpula da segurança pública local, debateu o problema. Um dos principais pontos discutidos, segundo o Jornal de Brasília, de hoje, é a Unificação de banco de dados por meio da Ciade. Já defendemos a ideia diversas vezes aqui no Blog desde 2008.  Vejam um trecho da publicação do Jornal de Brasília:

Unificação de dados

De acordo com o assessor de Gestão Estratégica e Projetos da Secretaria de Segurança Pública, Haroldo Areal, o sistema da Ciade está ultrapassado e também vai passar por mudanças.

“Vamos melhorar a plataforma e apostar no compartilhamento de dados. A ideia é que consigamos ter uma base de dados unificada, ou seja, que as informações de cada chamado sejam atualizadas e fiquem disponíveis a todos os que estiverem envolvidos com aquela ocorrência. Vale lembrar que isso é algo gradativo”, completou.

A Unificação de Bancos de dados é de fundamental importância para dar maior eficiência, eficácia e efetividade para as ações policiais no DF. Acredito que o fortalecimento da CIADE também. Precisamos centralizar as ações, não descentralizá-las. Isto é fundamental quando lidamos com vidas e com quatro forças distintas.

Na Seção II, do DODF de hoje, o coronel Josias do Nascimento Seabra é exonerado do cargo de Subsecretário de Integração e Operação de Segurança Pública (CNE 02), substituído pelo Coronel Márcio Pereira da Silva. (O Cel Josias do Nascimento Seabra era Subcomandante-Geral da PMDF em 2015.)

1782089_747946911912339_7051112111217011215_n

3 Comentários

Arquivado em policiamento inteligente, reestruturação das polícias

3 Respostas para “Unificação de Banco de Dados na Secretaria de Segurança Pública do DF

  1. Manoel Brandao

    Unificar banco de dados???
    Kkkkk… eh piada pronta eh??
    O que precisamos eh unificação das polícias, eh que o governo e o governador respeita as polícias, principalmente a PMDF, Banco de dados, estatísticas realmente são importantes e o ser humano que fará que essas estatísticas se tornem em ações de segurança pública??
    Sem valorização do profissional a segurança pública do DF vai continuar indo de mal a pior…. Esse governo eh igual a outros que tivemos, igual Não, muito pior..
    Fica o tempo todo tentando mascarar o verdadeiro problema….
    FALTA DE VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA… principalmente os profissionais da PMDF.

    Curtir

  2. Renato Godoi

    Uma iniciativa muito interessante e esperançosa para a redução de crimes no Distrito Federal. O próprio FBI reestruturou os seus banco de dados e procedimentos após o ataque de 11 de setembro ao perceberem que tinham todas as informações para uma ação preventiva, mas elas estavam de uma forma que não possibilitou o estudo adequado. A unificação do banco de dados é o primeiro passo, mas é preciso ainda aprimorar os formulários informatizando-os e ainda ter equipes que realizem análises e ações embasadas pelas informações obtidas e devidamente organizadas.
    As informações devem ser unificadas, mas as ações não. A descentralização resulta em maior número de ações e com isso maior probabilidade de êxito.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s