Apreensão de drogas no Distrito Federal

Tendo como base o Balanço da Segurança Pública, apresentando hoje pela manhã pelo Governador Rodrigo Rollemberg e sua equipe, na área de Segurança Pública, os policiais retiraram de circulação, das ruas do DF, 9,6 mil microsselos de LSD em 2015, contra 1 mil em 2014. Houve também maior apreensão de ecstasy: foram 56 comprimidos em 2014 e 236 em 2015. Por outro lado houve menos maconha apreendida: foram recuperados 4,7 mil quilos de maconha em 2014, contra 2,3 mil quilos em 2015.

Para o diretor-geral da Polícia Civil, durante entrevista ao site G1, Eric Seba, o perfil do usuário de droga pode ter mudado. “A tendência é de que o público de usuário esteja migrando um pouco mais para as drogas sintéticas.” Outra possibilidade levantada pelo diretor é que as apreensões de droga sintética foram causadas por “determinadas linhas de investigação ou determinadas atuaçãoes da Polícia Militar e da Policia Civil”.

img_96561

Opinião:

A outra hipótese é a de que os policiais estão deixando, deliberadamente, de conduzir os usuários de maconha para a DP em decorrência da “descriminalização” da droga, dentro do viés de que o crime é um fato típico, antijurídico e punível (com restrição de liberdade). A “impunidade” pode está trazendo a sensação de “enxugar gelo” ao policiais, que gradualmente estão deixando de prender os usuários. É um fato que merece atenção…

Deixe um comentário

Arquivado em Reflexão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s