Homicídios crescem em Santa Maria e Cidade Estrutural

A primeira coisa que aprendemos nos diversos cursos de formação policial é que a vida é o maior bem a ser preservado em qualquer ocorrência. Tudo que policiais e bombeiros fazem é no intuito de preservar ou de proteger a vida. Depois da vida protegida é que passamos a pensar na proteção do patrimônio. Ao analisar o comportamento humano é fácil verificar que o ser humano é “egoísta” por natureza. O ser humano é “indomável” e “violento” por natureza. Sendo assim, ele comete crimes violentos, muitas vezes letais, de maneira intencional, ou seja, ele mata, agride e rouba.

Ao analisar as principais ocorrências policiais no Brasil e no DF verifica-se que grande parte das ocorrências giram em torno dos crimes contra a vida e o patrimônio, além disso, os crimes concentram-se, normalmente em um determinado local.

Homícidios no DF

Dados: Secretaria de Segurança Pública – Viva Brasília

A sigla CVLI (Crimes Violentos Letais Intencionais) foi criada em 2006 pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), vinculada ao Ministério da Justiça (MJ), com a finalidade de agregar os crimes de maior relevância social, pois além do homicídio doloso outros crimes também devem ser contabilizados nas estatísticas referentes a mortes. Portanto, fazem parte dos Crimes Violentos Letais Intencionais o homicídio doloso e demais crimes violentos e dolosos que resultem em morte, tais como o roubo seguido de morte (latrocínio), estupro seguido de morte, lesão corporal dolosa seguida de morte, entre outros.

No Distrito Federal, por exemplo, grande parte dos crimes violentos letais intencionais concentram-se em cinco Regiões Administrativas: Ceilândia, Planaltina, Estrutural, Samambaia e Santa Maria. Em 2014 tivemos no DF, de janeiro a novembro, 640 (seiscentos e quarenta) homicídios, sendo 303 somente nestas cinco cidades. Já em 2015, no mesmo período foram 548 (quinhentos e quarenta e oito) homicídios, sendo 251, nestas regiões.

Homícidios DF comparativo

Fonte: Dados da Secretaria de Segurança Pública – Viva Brasília

Ao analisarmos os dados acima, verificamos 92 (noventa e dois) homicídios a menos no DF em 2015, comparando com o mesmo período de 2014, sendo 52 (cinquenta e dois) deles nas Regiões Administrativas de Ceilândia, Planaltina, Estrutural, Samambaia e Santa Maria. Precisamos compreender que segurança pública se faz com a redução dos espaços de atuação dos criminosos. O crime tem: dia, local e horário para acontecer. Colocar a polícia no local certo e na hora certa pode diminuir e muito o cometimento de crimes.

Fonte: Dados da Secretaria de Segurança - Viva Brasília

Fonte: Dados da Secretaria de Segurança Pública – Viva Brasília

No gráfico acima podemos perceber que os homicídios estão diminuindo em Ceilândia, Planaltina e Samambaia e aumentando em Santa Maria e Estrutural. Tendo estas informações fica mais fácil canalizar as “operações” e detectar o que pode estar ocorrendo nestas duas cidades. Uma dúvida que podemos levantar é: Por que a quantidade de homicídios diminuiu em todo o DF, mas está crescendo nestas duas cidades?

Aderivaldo Cardoso – Especialista em Segurança Pública e Cidadania, autor do Livro: Policiamento Inteligente – Uma análise dos Postos Comunitários no DF e Coordenador do Movimento Policiamento Inteligente no DF, que tem por objetivo a busca da eficiência, eficácia e efetividade das ações policiais.

Deixe um comentário

Arquivado em reestruturação das polícias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s