De que lado eu estou?

Sempre que posto algo sobre a PM ou segurança pública em geral, alguns perguntam de que lado estou. Creio que estou do lado que sempre estive. Quem me acompanha de fato sabe qual é o “meu lado”.

Para que não reste dúvidas vou postar uma explicação antiga sobre os “três paradigmas” da segurança pública:

Temos três pensamentos predominantes na segurança pública. Um que vê o cidadão como inimigo, que precisa ser controlado a todo momento e impedido de agir, que ainda controla os movimentos sociais, e acha o cidadão “subversivo”, preso a visão da segurança nacional, fruto dos tempos de ditadura, outro que acha que policia só deve proteger a vida e o patrimônio (dane-se os direitos individuais, ou seja, a polícia pode tudo para proteger a vida e o patrimônio), que chamamos de paradigma da segurança pública, e por o último o pensamento que defendo: não basta proteger a vida e o patrimônio se violar as garantias individuais do cidadão, ou seja, segurança cidadã.

O que sempre digo, continuo dizendo: a polícia precisa mudar, a polícia esta mudando, a polícia vai mudar!

Att,

Aderivaldo Cardoso – CABO – PMDF

10264516_622696681158674_1198141561_n

Deixe um comentário

Arquivado em Reflexão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s