“O comandante Florisvaldo César mostrou insubordinação e deveria ser substituído. Rollemberg precisa recomeçar do zero.”

Na visão do coronel José Vicente da Silva Filho, ex-secretário Nacional de Segurança Pública, Rollemberg deve se espelhar ainda mais no ex-governador pernambucano Eduardo Campos (PSB, morto em 2014), principal influência do programa governamental Viva Brasília com o Pacto Pela Vida.

“Não consigo imaginar um perfil de secretário enquanto as polícias tiverem excessiva autonomia. Rollemberg deve seguir o exemplo do correligionário dele, Eduardo Campos, e se reunir pelo menos uma vez por mês com os comandantes das corporações”, comparou. Para o especialista, o chefe do Executivo não deveria ter recebido uma representação de coronéis da Polícia Militar em casa.

“O trabalho do Arthur era positivo. Rollemberg demonstrou fraqueza e falta de autoridade. Ele tinha que receber somente o secretário, transformá-lo em um protagonista, tentar dar prestígio e condições para um trabalho continuado”, disse. E concluiu: “O comandante Florisvaldo César mostrou insubordinação e deveria ser substituído. Rollemberg precisa recomeçar do zero.”

Fonte: Jornal Correio Braziliense​

image2

2 Comentários

Arquivado em reestruturação das polícias

2 Respostas para ““O comandante Florisvaldo César mostrou insubordinação e deveria ser substituído. Rollemberg precisa recomeçar do zero.”

  1. ALVES

    Visão obtusa, diga-se de passagem. A visão desse pseudo especialista em segurança pública, que vai na contramão dos modelos existentes em países desenvolvidos, onde há uma polícia ÚNICA, com grande autonomia, SIM, de caráter REPUBLICANO, com o comando centralizado em uma espécie de secretário, que se reporta diretamente ao chefe do executivo. A instituição policial tem dois segmentos, um preventivo (policiamento ostensivo, uniformizado, patrulhamento das ruas – coisa que a PMDF vem se negando a fazer, ou faz com deficiência) e outro investigativo (policiais voltados para a investigação dos crimes, identificação de autores, para a instrução da ação penal – coisa que que a PCDF realiza com certa qualidade, mas que pode melhorar); sendo que o bom funcionamento das duas áreas é imprescindível para o sucesso da segurança pública. O problema no DF é político, há ingerência de pessoas que insistem no DESVIRTUAMENTO das funções desses dois segmentos…e tome indisciplina, boicote ao governo, operação tartaruga, etc. A continuar desse modo, o Rollemberg vai repetir o Agnelo.

    Curtir

  2. Joel Carvalho

    O pior é ouvir esse tipo de declaração de outro coronel, aliás, um sujeito que sempre foi um desserviço às PMs brasileiras, em todas as vezes que o vi em entrevistas em rede nacional, sempre apoiando a versão da mídia contra as PMs. O Cel-RR – PMSP, José Vicente da Silva, parece que precisa de holofotes para garantir seu lugar nesse mundinho ridículo do politicamente correto. O sujeito sequer conhece a dinâmica da Segurança Pública do DF, e vem falar uma asneira dessas.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s