Você já fez rondas na rua de um policial hoje?

O último mês foi marcado por várias mortes e trocas de tiros entre policiais e bandidos. Em pouco mais de vinte quatro horas, três policiais militares foram baleados no Distrito Federal e no Entorno. No caso mais recente um sargento da PM, aposentado, levou quatro tiros em Planaltina. Na noite da última quinta-feira, um soldado do Goiás, morador de Samambaia foi alvo de bandidos, morreu após ter sido alvejado por um tiro. Em Valparaíso, por volta de 20h, um PM foi baleado no viaduto da cidade. Um policial da seção de inteligência.

As mortes e ferimentos geraram revolta em vários policiais. Alguns cobravam uma “resposta” das “autoridades”. Até perceberem que os policiais são as autoridades responsáveis por sua própria segurança e dos outros. Muitos decidiram protestar no enterro dos colegas, com faixas e algumas palavras de ordem. As faixas continuam ainda hoje na avenida Hélio Prates, em frente ao cemitério de Taguatinga.

IMG-20150130-WA0020

O medo e a insegurança está fazendo algo que até pouco tempo parecia impossível. Está unindo as forças de segurança do DF e entorno. Vários grupos de policiais já criaram uma “REDE DE PROTEÇÃO POLICIAL”, onde encontramos vários milicianos. Já aconteceu de uma agente penitenciária ser ameaçada por vagabundos em Samambaia e vários policiais na folga ir “protegê-la”. Em alguns Estados policiais já organizam rondas nas proximidades das residências de outros policiais. Fato que merece atenção. Nós somos os guardiões da sociedade e de nossas famílias. Se nós falharmos um de nós poderá pagar o preço, ou nossos familiares e amigos. Temos poder, autoridade e legitimidade para atuar. Não podemos nos curvar diante da marginalidade!

IMG-20150118-WA0012

Alguns políticos  já aproveitam o momento para se solidarizar e prometer aquilo que já defendemos há anos aqui no Blog, ou seja, que os crimes contra policiais, juízes e promotores tornem-se hediondos. Já existe projeto no congresso para este fim. Só precisa avançar nas comissões. Esperamos que não seja mero oportunismo. Iremos acompanhar e cobrar! O Ideal Coletivo já está propondo um grande ato em defesa da família policial. Vamos aguardar!

fraga diz

Por: Aderivaldo Cardoso

Deixe um comentário

Arquivado em Reflexão

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s