Cobre aqui, descobre ali

Na coluna Eixo Capital do Jornal Correio Braziliense uma nota chama a atenção: “Cobre aqui, descobre ali”. Nela afirma-se que oito regiões administrativas do DF não receberam “sequer” uma das mais de 6 mil operações realizadas pela Polícia Militar no último trimestre do ano passado. Dados da corporação mostram que foi nula a quantidade dessas ações nas seguintes cidades: Varjão, Núcleo Bandeirante, Itapoã, Vicente Pires, Jardim Botânico, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Riacho Fundo II  e Sudoeste/Octogonal. Em contrapartida, Planaltina contou com 1.704 atividades da PM, Brasília registrou 846, Riacho Fundo I contou com 570, Sobradinho com 533 e Brazlândia, 378. Foram as “mais favorecidas”. Não entendi o que significam tais “atividades”, mas tudo bem. É hora das autoridades policiais darem uma resposta a onda de criminalidade que esta penalizando justamente os “homens da lei”.

10532354_944512862225391_6583250641203994029_n

Ainda segundo o Jornal, “fontes da PMDF alegam que as atividades, de maneira geral, são direcionadas às áreas com maior demanda e que a existência de alguma operação não indica que falte policiamento na área”. Tais fontes precisam migrar do “discursos simples da autoridade” para a força da “AUTORIDADE DO DISCURSO“, pois ao afirmar que não “falta policiamento” soa como “mentira” para a maioria da população, que sente a falta da presença policial. O que faz com que o “discurso da autoridade” caia em descrédito perante a população. A relação de confiança é quebrada neste exato momento. De qualquer forma, uma das propostas do Pacto pela Vida é distribuir melhor a atuação das forças policiais. Algo semelhante ao que foi feito na gestão de Eduardo Campos em Pernambuco, o programa, coordenado pela Secretaria de Segurança Pública e Paz Social, pretende diminuir a criminalidade na capital federal.

10264516_622696681158674_1198141561_n

Por: Aderivaldo Cardoso com informações do Jornal Correio Braziliense de Domingo.

Deixe um comentário

Arquivado em reestruturação das polícias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s