Pacto pela vida em Pernambuco

O município de Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife, vai ser a primeira prioridade do programa Pacto Pela Vida, do Governo de Pernambuco. Dos 3.434 homicídios registrados em todo o estado em 2014, 355 aconteceram na área de Jaboatão e Moreno, o correspondente a pouco mais de 10% de todos os crimes do tipo praticados no estado. A decisão foi anunciada após a primeira reunião do governador Paulo Câmara com o Comitê Gestor do programa, no início do mês, na capital pernambucana.

Em relação a 2013, Pernambuco apresentou um aumento de 9,5% no número de homicídios, chegando à taxa de 37,36 mortes violentas a cada 100 mil habitantes. Mesmo com o avanço, o indicador ficou abaixo do número registrado no começo do Pacto pela Vida, em 2007, que era de 56,09. A meta de redução de 12% ao ano foi mantida.

O plano operativo prevê, já para janeiro, uma redistribuição do policiamento no estado, com um reforço para Jaboatão. “Vamos ter investimentos maciços em tecnologia da informação, usar cada vez mais a inteligência policial para trabalharmos a questão do tráfico de drogas, dos grupos de extermínio. […] Vamos conversar com o prefeito Elias Gomes para ter ações integradas”, aponta Câmara.

O Agreste e a Zona da Mata do estado também vão receber, em um segundo momento, atenção especial do governo, uma vez que as duas regiões juntas registraram 1.462 homicídios durante o último ano. O Sertão, indo de Arcoverde a Petrolina, registrou 449 homicídios ao longo de 2014.

O secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho, disse que vai se reunir com os comandantes da Polícia Militar e a diretoria da Polícia Civil para analisar de onde vão ser movidos os efetivos. “O diagnóstico está feito, mas de onde vai sair vamos fechar nos próximos dias. Assim que se feche, a prioridade é Jaboatão, vamos trabalhar com Jaboatão. Na sequência a gente trabalha com Zona da Mata e Agreste”, explica.

Para lidar com a violência no interior, além da redistribuição de policiais, o governador afirmou que vai buscar conversar com os governadores da Paraíba e de Alagoas para focar em ações conjuntas nas áreas de fronteira do estado. Novos concursos estão previstos para 2015 a fim de reestabelecer os quadros das polícias Civil e Militar.

 “A gente vai lançar ainda no mês de janeiro, no máximo no mês de fevereiro, o concurso da Polícia Civil. Temos em andamento o concurso da Polícia Militar, que vence em fevereiro. Estamos chamando tudo o que é possível chamar desse concurso, para aproximar o máximo de classificados. Já chamamos 2 mil, que é o máximo que vamos poder chamar para nomeação antes da expiração do concurso, que é agora em fevereiro. E tão logo se expire a gente já vai fazer um novo”, garante.

A reunião do Pacto Pela Vida contou com a presença de todo o secretariado estadual, além de representantes do Ministério Público de Pernambuco, da Defensoria Pública e também do Poder Judiciário. “Entendemos que o Pacto pela Vida é uma política de integração e todos têm aqui como contribuir para a melhoria da segurança pública do nosso estado”, aponta o governador, acrescentando que vai ser criada uma secretaria-executiva para lidar com a questão das drogas no estado.

Saiba mais sobre o Pacto pela Vida em outros Estados:

http://www.pactopelavida.ba.gov.br/pacto-pela-vida/o-que-e/

pacto pela vida

 Fonte: G1

Deixe um comentário

Arquivado em reestruturação das polícias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s