CAIXA VERMELHO DE AGNELO – Por Esdras Messias

Caixa vermelho de Agnelo
Achei uma análise interessante no Blog Politicando, do colega Esdras Messias, e compartilho com os leitores do Blog Policiamento Inteligente. Precisamos ficar atentos, pois isso pode interferir diretamente em nossos planos de reestruturação. Estamos de olho!

Informações extraoficiais, já que o governo ainda não passou dados concretos para a equipe de transição, indicam que a maior dificuldade que o novo governo encontrará em 2015 será cobrir a folha de pagamento de servidores. Esse aperto de cintos ameaça inviabilizar novos concursos, assim como a convocação de aprovados nas últimas seleções. As dificuldades do atual governo para quitar contas com empresas terceirizadas e o atraso na folha de pagamento de servidores acenderam a luz amarela. “Não estou antecipando, pois são dados extraoficiais. Se confirmarmos esses dados vamos ter de adotar medidas mais duras, não descartando a suspensão de concursos e da convocação de novos servidores em 2015”, avaliou o coordenador do Grupo de Transição do novo governo, Hélio Doyle.

O GT estuda o efeito de reajustes a servidores públicos dados a partir de 2013 em parcelas que se acumulam e terão impacto já no próximo ano. “Estamos vendo que esse é o problema. Como anunciamos, vamos cortar cargos comissionados, mas temos que preencher lacunas que se darão nas diversas áreas”, avalia Doyle.

A coordenação de transição afirma que ainda não possui os dados oficiais do governo, pois apenas esta semana foi possível enviar às secretarias do Governo do Distrito Federal o conjunto de perguntas elaboradas para esclarecer a real situação
do governo local, mas que os indícios levam a crer que o primeiro ano da gestão de Rollemberg será difícil. “O grande problema está no caixa do governo e no pagamento de pessoal. O atual governo não está pagando fornecedores e serviços importantes vêm sendo paralisados. O GDF está sem dinheiro para pagar o pessoal e por isso, para equilibrar as contas, está deixando de pagar por eles”, afirma Doyle. (Fonte Jornal de Brasília)

POLITICANDO >>

Durante o período de campanha, Rollemberg prometera aos eleitores uma guerra contra a burocracia e transparência nos gastos públicos. Foi elencada uma equipe de transição com currículos experimentados em gestão pública para esmiuçar a realidade de toda estrutura a ser deixada por Agnelo.

A percepção da população do Distrito Federal e da equipe de transição é de que o caixa do GDF enfrenta problemas graves, o que reflete hoje em greve de rodoviários, falta de pagamentos aos diversos fornecedores e inúmeras exonerações diárias afim de economizar nestes últimos dois meses.

As cidades deram sua avaliação nas urnas sobre a péssima gestão de Agnelo, que sequer chegou ao segundo turno e Rollemberg dificilmente conseguirá imprimir sua identidade no primeiro ano de governo, porque terá que readequar seu planejamento à dura situação que chega às suas mãos.

Espera-se que para evitar desgastes em um futuro próximo, Rollemberg cumpra seu compromisso de transparência e apresente aos moradores do DF como está o governo e o que será possível fazer no primeiro ano.

Esdras Messias

Fonte: http://politicandodf.com.br/caixa-vermelho-de-agnelo/

Deixe um comentário

Arquivado em Política

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s