Candidatura: cada escolha, uma renúncia!

Sei que muitos amigos, que desejam uma candidatura a distrital de minha parte, não estão compreendendo minha decisão. Usei a lógica diferente da maioria. Uns perguntam: “o que preciso fazer para ser eleito?” “Qual o jeito mais fácil?” Optei em me perguntar: “que tipo de candidato precisamos? Que tipo de mudança queremos? Onde poderemos promover mudanças reais no modelo de segurança pública ou iniciar um debate sério? Como poderemos debater ideias voltadas para a melhoria do sistema?” Vejo que no final sairemos maiores do que entramos, independentemente do resultado. Sei de todas as dificuldades. Estou consciente do desafio! Obrigado a todos que se colocaram a disposição do nosso projeto.

10301548_805768612766484_1135632937621391775_n

Vejo que vários colegas pre-candidatos policiais militares terão dificuldades para lançar suas candidaturas, nos partidos de oposição ao atual governo, por exemplo, com a definição das coligações, esta ocorrendo uma drástica redução do número de vagas. Quem deixar para ultima hora para procurar um partido poderá ficar sem legenda. Já nos partidos da base aliada, as contas já foram feitas e os “escolhidos” já estão sendo informados.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Reflexão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s