Artigos científicos de policiais publicados na Revista Brasileira de Segurança Pública Imprimir E-mail

A Revista Brasileira de Segurança Pública, publicação semestral do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, divulgou em seu volume 7, n. 2, Ago/Set 2013, dois artigos científicos elaborados por policiais militares do Distrito Federal.

Artigo I

Os indicadores-chave de desempenho como aliados da análise criminal

Autores: Bilmar Angelis de Almeida Ferreira e André Di Lauro Rigueira

Resumo: A análise criminal, apesar de bastante difundida em vários países e ter uma história que ultrapassa os 170 anos, somente agora começa a ser difundida e utilizada no Brasil. Como uma matéria que encontra enorme apelo, por se tratar-se de questão que afeta o cotidiano das pessoas, o tema ganha a cada dia mais força, principalmente junto às instituições policiais que já assumiram o compromisso de atender à sociedade com excelência. Dentro desta ótica, a busca por maximizar os resultados torna-se uma constante e, neste cenário, surgem os indicadores de desempenho como um mecanismo de monitoramento de resultados e de melhoria de gestão. A despeito de seu enfoque meramente gerencial, o presente artigo procura mostrar de que forma esses indicadores, e principalmente as ferramentas e técnicas utilizadas para prover esse monitoramento, podem se associar à atividade de análise criminal, potencializando seus resultados, especialmente no aspecto preventivo, contribuindo assim para a redução da criminalidade.

Palavras-Chave
Análise criminal; Indicadores de desempenho; Criminalidade; Aplicação da lei.

Clique aqui para ler o artigo na íntegra.

 Artigo II

Identidade no trabalho e a influência de aspectos sociodemográficos: um estudo da diferença entre grupos de
policiais militares do Distrito Federal 

Autores: Thiago Gomes Nascimento; Cláudio Vaz Torres; Eda Castro Lucas de Sousa; Daniele Alcântara Nascimento e Breno Giovanni Adaid-Castro.

Resumo: 

Este estudo objetiva testar a diferença entre os fatores componentes da identidade profissional do policial militar e das variáveis sociodemográficas sobre grupos de policiais (oficiais e praças), por intermédio de uma análise de variância. Para tanto, contou-se com a participação de 600 policiais militares do Distrito Federal, com idade média de 38,1 anos (DP = 7,20), que responderam a Escala de Identidade Profissional Policial Militar (EIPPM) (NASCIMENTO; TORRES, 2010). Os resultados demonstram que a identidade profissional e os fatores que a constituem estão correlacionados com variáveis como sexo, posto ou graduação, nível educacional, estado civil, tipo de moradia, número de dependentes, idade, unidade em que trabalha, tempo na Polícia Militar, tempo no posto ou na graduação e tempo desde o último curso de especialização. Tais achados são discutidos em função das congruências entre as características descritoras dos construtos.

Palavras-Chave
Identidade profissional; Polícia Militar; Oficiais; Praças.

Clique aqui para ler o artigo na íntegra.

Fonte: http://www.pm.df.gov.br/site/index.php/noticias/destaques/1913-artigos-cientificos-de-policiais-publicados-na-revista-brasileira-de-seguranca-publica

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em polícia militar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s