No 1º semestre, 38% dos veículos da PM do DF estavam quebrados

No 1º semestre, 38% dos veículos da PM do DF estavam quebrados. Levantamento do G1 mostra que 1.457 carros estavam fora de circulação. Polícia diz que redução da frota não prejudica atendimento à população.

Levantamento feito pelo G1 com base em relatórios da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal mostra que 38,6% da frota da Polícia Militar do DF estavam quebrados, em manutenção ou fora de serviço ao final do primeiro semestre deste ano.

O percentual representa 1.457 veículos da frota de 3.772 carros. Em um único mês (junho), 173 veículos foram retirados de operação por problemas mecânicos.

Viatura do batalhão da PM localizado no Setor de Administração Municipal (SAM), centro de Brasília, tem sinais de capotagem (Foto: Ricardo Moreira/G1)
Viatura do batalhão da PM localizado no Setor de Administração Municipal (SAM), centro de Brasília, tem sinais de capotagem (Foto: Ricardo Moreira/G1)

A PM informou que as viaturas não estão sendo utilizadas no serviço operacional por motivo de acidentes, problemas mecânicos e revisão. De acordo com a PM, a falta de viaturas não prejudica o atendimento à população, porque a corporação pode recorrer a outras formas de policiamento – a pé ou a cavalo.

Segundo a corporação, de janeiro a setembro deste ano, foram gastos R$ 11,8 milhões na manutenção de veículos operacionais e administrativos, incluindo motos. O valor se aproxima ao do que a PM pretende gastar este ano com a compra de 80 caminhonetes de cabine dupla.

Segundo edital publicado pela corporação, serão desembolsados R$ 12,5 milhões para a aquisição dos carros, que devem começar a rodar em 2014. O preço estimado para cada veículo é de R$ 156 mil.

No 11° Batalhão da PM, em Samambaia, viatura está com traseira amassada  (Foto: Ricardo Moreira/G1)
No 11° Batalhão da PM, em Samambaia, viatura está com traseira amassada (Foto: Ricardo Moreira/G1)

Em Ceilândia, região do Distrito Federal com maior número de homicídios, a Polícia Militar dispunha de apenas 22 viaturas, entre abril e junho deste ano, de acordo com os relatórios da secretaria de Segurança Pública publicados no Diário Oficial. O efetivo atuando no policiamento ostensivo em Ceilândia é de 731 homens, segundo a secretaria.

Em Planaltina, região com o segundo maior número de assassinatos, a PM contava com 13 viaturas para 438 policiais. Já na região que compreende o Plano Piloto e o centro de Brasília, a PM tinha um número maior de veículos – 45.

O uso das viaturas está diretamente relacionado ao atendimento de ocorrências encaminhadas pela população à PM. Quando um cidadão liga para o 190 para comunicar alguma emergência, a informação é registrada pelo atendente na Central Integrada de Atendimento e Despacho (Ciade).

O atendente repassa as informações ao policial militar responsável por administrar o sistema de ocorrências. O PM é quem aciona as equipes e define quantas viaturas precisam ser deslocadas. Se um dos veículos da corporação estiver indisponível, quem ligou para 190 corre o risco de não ser atendido.

G1 teve acesso ao balanço das ocorrências encaminhadas à Ciade no segundo trimestre deste ano. O resultado mostra que 246 denúncias comunicadas de abril a junho deste ano não puderam ser atendidas por falta de veículos.

saiba mais

A maior parte dos registros não atendidos é referente a acidentes de trânsito com vítimas e atropelamentos. São situações em que a PM pode, por exemplo, ajudar a isolar o local do acidente, impedindo que novos acidentes aconteçam, e tornar mais rápida a comunicação com o Corpo de Bombeiros.

Nesse conjunto de ocorrências não atendidas, há também casos de roubo de veículos, assaltos a pedestres, tráfico de drogas e até denúncias de sequestro.

Em junho, 54 ocorrências envolvendo acidentes de trânsito com vítima não foram atendidas por falta de carros, das quais 16 eram em Taguatinga, 10 no Plano Piloto e 6 em Ceilândia. Em maio, 35 ocorrências sobre acidentes de trânsito e atropelamentos deixaram de ser atendidas pela Polícia Militar por falta de veículos.

Na comparação entre o segundo trimestre deste ano com o mesmo período de 2012, a PM registrou aumento de 8,5% no número de ocorrências de acidentes de trânsito. Foram 9.192 ocorrências desse tipo de abril a junho deste ano.

Em Taguatinga, as ocorrências sobre acidentes de trânsito repassadas à PM subiram 43% na comparação entre os segundos trimestres de 2012 e 2013. No Plano Piloto, 16,8%; em Brazlândia, 31%. Em Ceilândia, o percentual caiu 63,5% no período.

Fonte: http://g1.globo.com/distrito-federal/noticia/2013/11/no-1-semestre-38-dos-veiculos-da-pm-do-df-estavam-quebrados.html

Postos da PM estão fechados em algumas cidades do DF

http://globotv.globo.com/rede-globo/bom-dia-df/v/postos-da-pm-estao-fechados-em-algumas-cidades-do-df/2939311/

 

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em desmilitarização das polícias

2 Respostas para “No 1º semestre, 38% dos veículos da PM do DF estavam quebrados

  1. Luciano

    O numero poderia ser maior se
    Os policias não fosse “obrigado” a dirigir viaturas com pneus carecas, sem equipamentos obrigatórios, com volante vibrando, entre outros motivos.

    Curtir

  2. Leandro

    Luciano..
    E quem disse que o policial é “obrigado” a dirigir viatura nessas condições??
    Se sua vida está em risco – apesar do juramento feito quando do término do curso – você não precisa nem colocar sua vida em risco iminente, pois não teria condições de suprir a necessidade do outro.. o que dirá de conduzir viatura em péssimas condições de uso!!
    O policial não tá acostumado a colocar no papel (ou na ficha de viatura).. tudo se resolve no jeitinho, na conversa.. aí dá problema mesmo.
    Coloca no papel as alterações da viatura, aquilo não tá ali pra cumprir tabela.. quero ver quem é o comandante que vai assinar uma liberação de viatura em que o motorista, responsável pelo uso do veículo, atestar que tá cheia de alteração capaz de colocar em risco a integridade física e a vida da guarnição!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s