Operação tartaruga: em quem podemos confiar?

Entrevista do Secretário Wilmar Lacerda cria revolta em meio a categoria. Ouça abaixo a entrevista.
Pelo jeito não foi apenas no meio da Categoria que a crise foi instalada, pelo jeito abriu disputas internas no próprio PT. Veja abaixo pronunciamento do deputado distrital Patrício na sessão plenária do dia 22/10.
Quem vencerá tal disputa?
1376408_193572804161316_962060799_n
Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Política

3 Respostas para “Operação tartaruga: em quem podemos confiar?

  1. O GIGANTE ACORDA: NOVO CICLO POLICIAL

    Marcelo Klotz
    Participante do Novo Ciclo Policial

    A partir das discussões criadas no ambiente do aplicativo de celular Whatzapp, surgiu a ideia de se criar uma rede de conexão de todos os policiais militares dos Cursos de Formação de Praças recentes, o CFP I e CFP II. A ideia cresceu e começa a ser implementada com a velocidade da própria rede.

    Em menos de uma semana, vários novos grupos de aproximação foram criados. Uma mensagem circulou entre os policiais mais modernos, convocando-os para a criação desse grupo, que pretende participar das decisões das reivindicações da categoria. O grupo cresceu e já conta com participação de bombeiros militares e de aprovados do último concurso público, o futuro CFP III.

    Logo, foi feita uma reunião entre os participantes voluntários, realizada ontem (24/10), e que batizou o grupo como NOVO CICLO POLICIAL. O objetivo é a consolidação de um novo eixo nas reivindicações. Mais que isso é uma incubadora de ideias, uma força tarefa, a partir da base policial.

    Ficou claro que é preciso de reformas estruturais na criação de um novo modelo de polícia. Que será preciso de tempo, paciência, fé, união e muito trabalho! O anseio de todos é unânime: queremos o respeito e o voto de confiância da sociedade. Não podemos ficar inertes! Precisamos valorizar e aperfeiçoar nosso trabalho nas ruas para dar a resposta que o povo espera.

    Decidiu-se pela criação do site http://www.novociclopolicial.com.br, ainda em fase de registro e desenvolvimento. O novo instrumento possibilitará um ambiente propício para o surgimento de novas ideias. Os participantes poderão conhecer as propostas que afetam diretamente o serviço de segurança pública. Mais que isso, permitirá o debate e a consolidação das propostas que levem o espírito do policial cidadão.

    Curtir

  2. O GIGANTE ACORDA: NOVO CICLO POLICIAL

    Marcelo Klotz
    Participante do Novo Ciclo Policial

    A partir das discussões criadas no ambiente do aplicativo de celular Whatzapp, surgiu a ideia de se criar uma rede de conexão de todos os policiais militares dos Cursos de Formação de Praças recentes, o CFP I e CFP II. A ideia cresceu e começa a ser implementada com a velocidade da própria rede.

    Em menos de uma semana, vários novos grupos de aproximação foram criados. Uma mensagem circulou entre os policiais mais modernos, convocando-os para a criação desse grupo, que pretende participar das decisões das reivindicações da categoria. O grupo cresceu e já conta com participação de bombeiros militares e de aprovados do último concurso público, o futuro CFP III.

    Logo, foi feita uma reunião entre os participantes voluntários, realizada ontem (24/10), e que batizou o grupo como NOVO CICLO POLICIAL. O objetivo é a consolidação de um novo eixo nas reivindicações. Mais que isso é uma incubadora de ideias, uma força tarefa, a partir da base policial.

    Ficou claro que é preciso de reformas estruturais na criação de um novo modelo de polícia. Que será preciso de tempo, paciência, fé, união e muito trabalho! O anseio de todos é unânime: queremos o respeito e o voto de confiança da sociedade. Não podemos ficar inertes! Precisamos valorizar e aperfeiçoar nosso trabalho nas ruas para dar a resposta que o povo espera.

    Decidiu-se pela criação do site http://www.novociclopolicial.com.br, ainda em fase de registro e desenvolvimento. O novo instrumento possibilitará um ambiente propício para o surgimento de novas ideias. Os participantes poderão conhecer as propostas que afetam diretamente o serviço de segurança pública. Mais que isso, permitirá o debate e a consolidação das propostas que levem o espírito do policial cidadão.

    Curtir

  3. Favor, elimine o primeiro texto, com erro de português. Grato.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s