Chumbo grosso: 95% dos policiais federais afirmam que estão sendo perseguidos por terem prendido corruptos

A presidente Dilma chamou ontem à noite no Palácio da Alvorada o governador do Distrito Federal Agnelo Queiroz e mandou endurecer o jogo contra as lideranças das associações da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, que sem motivo decretaram a operação tartaruga. Dilma quer que o GDF use o rigor da lei e puna os líderes do movimento.

 A ABIN já detectou que por trás da suposta reivindicação de aumento de salários há na verdade um grupo com interesses políticos e prejudicando a sociedade. A presidenta acionou ainda a Receita Federal e o INSS para que façam uma devassa nas contas das associações, que estão dando apoio ao movimento. Para saber se essas entidades estão em dia com o fisco e vai colocar a Polícia Federal para investigar de onde parte o dinheiro para financiar a estrutura das assembleias.

 Para Dilma, os policiais e bombeiros militares do DF não têm do que reclamar; todo mundo está sendo promovido e em cada promoção há um aumento real de salário no soldo dos militares. Portanto, vem chumbo grosso por aí.

Fonte: http://docafezinho.com.br/?p=29236#sthash.8uPuPaEQ.dpuf

1376408_193572804161316_962060799_n

95% dos policiais federais afirmam que estão sendo perseguidos por terem prendido corruptos

Pesquisa divulgada nesta sexta-feira pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) aponta que a ingerência política e o enfraquecimento da Polícia Federal – por ação ou omissão do governo – são as principais causas do recuo nas investigações de impacto contra a corrupção. 

 Coletada num universo de 1.732 servidores da PF, a pesquisa mostra que 89,37% afirmam que há controle político da instituição, 75,28% dizem ter presenciado ou ouvido algum relato de interferência político e – o mais alarmante – 94,34% acreditam que o enfraquecimento do órgão, proposital, é uma espécie de “castigo” pelo fato de investigações anteriores terem chegado a personagens que gravitam em torno do poder.
“Nunca em sua história a PF enfrentou uma situação como agora. O órgão está sucateado, os policiais estão desmotivados e há uma crise de atribuições sem precedentes. A falta de investimentos enfraquece as investigações, enquanto o comando da PF se mostra alheio à crise”, dispara o presidente da Fenapef, o agente federal Jones Borges Leal.Leal diz ainda que o esvaziamento das operações contra a corrupção reflete diretamente no número de prisões por desvios de recursos públicos. Atualmente, segundo ele, o volume de prisões não chega a 20% do que foi nos anos em que a polícia fazia um ataque frontal à corrupção na ofensiva que se tornou prioridade do órgão e sem interferência política. O levantamento da entidade mostra uma queda brutal no número de prisões em geral de 2009 a 2013: de 2.663 para 786.

Segundo ele, para a pesquisa, a entidade usou um sistema de consulta baseado no envio de mensagens eletrônicas individualizadas e criptografadas num universo formado por agentes, escrivães e papiloscopistas (peritos em impressões digitais), cargos essenciais em análises, ações de inteligência e estruturação das grandes operações do órgão.Leal diz que a pesquisa, com margem de erro de 3%, é confiável e reflete o aumento de reclamações que chegam à Fenapef.

 “Quase todos os dias um policial denuncia que foi realocado para outras funções quando estava para concluir alguma investigação, normalmente contra a corrupção”, afirma o policial.

Outro dado preocupante apontado pela pesquisa: 95% declararam que o governo federal não está preocupado com a produtividade do órgão, e mostraram que a Polícia Federal virou uma espécie de caixa preta, sem a ofensiva que há poucos anos marcou a atuação do órgão contra poderosos de todos os poderes da República flagrados em malfeitos.

“É necessário avaliar o que está acontecendo. Quem perde é a sociedade”, alerta o presidente da Fenapef. Para Leal a inércia da PF está na contramão das manifestações populares, mas ajuda a explicar atitudes como a absolvição política do deputado Natan Donadon cujo mandato, apesar de preso e condenado definitivamente por desvios de recursos públicos, a Câmara preservou. 

Vasconcelo Quadros 

Fonte: iG São Paulo/Folha Política

0,,15518501-EX,00
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em polícia militar

2 Respostas para “Chumbo grosso: 95% dos policiais federais afirmam que estão sendo perseguidos por terem prendido corruptos

  1. ST EUSVAN

    CARTA ABERTA DOS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES A TODA A SOCIEDADE BRASILIENSE

    Caros leitores, os POLICIAIS MILITARES e BOMBEIROS MILITARES vêm através desta, manifestar solidariedade com a população do Distrito Federal, que nesses últimos tempos tem sofrido por conta do medo e insegurança que assolam nossas cidades. Somos solidários sim, até porque nós e nossos familiares estamos inseridos nesse contexto. Mas, devido à intransigência e não cumprimento das promessas de campanha feitas pelo atual governo estamos diminuindo o ritmo de trabalho na tentativa de conquistarmos respeito e dignidade por parte do GDF. .
    Esse é um processo inevitável rumo ao nosso reconhecimento e valorização que não pode ser adiado. Do contrário, essa bola de neve poderá si tornar uma grande avalanche com proporções incalculáveis. Sempre passamos por cima de nosso orgulho para melhor servir a sociedade, mesmo com o sacrifício da própria vida. Chega! Não aguentamos mais, pois policial e bombeiro militar desmotivado é segurança pública ameaçada. .
    Devido à natureza de nossas atribuições sempre fomos reprimidos e podados pelo Estado no que tange a lutar por nossos direitos. Porém, a natureza sempre dá o seu jeito. As águas transpõem todo e qualquer obstáculo a fim de seguir seu curso e esse mesmo processo está ocorrendo conosco.
    Estamos em “OPERAÇÃO PADRÃO/LEGALIDADE/TARTARUGA”. O nosso sincero desejo é de restaurar a ordem e a tranqüilidade pública, no entanto, o GDF não nos deixa alternativa e tenta salvar a própria reputação manipulando os dados que comprovam o aumento da criminalidade, inventando que está tudo normal. A verdade é que não está. E você cidadão de bem já percebeu e sofre com essa situação.
    Portanto, contamos com seu apoio para cobrar do governo uma solução. Caso contrário, a sujeira continuará sendo varrida para debaixo do tapete, enquanto a sociedade estará sendo vítima da criminalidade que tem crescido de forma assustadora nos últimos tempos.
    POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES INDIGNADOS, INJUSTIÇADOS E DESMOTIVADOS

    Curtir

  2. geraldo

    Vai me desculpar.. mas acredito que 95% dos policiais federais nunca fizeram uma prisão. Grande parte do efetivo atua em atividades de policia administrativa. Pouquíssimos atuam ou já atuaram em delitos envolvendo corrupção, qualquer que seja ela…..Ah, esqueci de dizer que sou delegado da PF.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s