A quem interessa o ingresso único e a carreira única na PMDF

A discussão sobre o ingresso único e as confusões sobre a carreira única estão dando o tom dos debates dentro da Corporação. Tudo isso é muito importante. O conflito gera a mudança!

Na Corporação temos três grupos: 1) Aquele que chegou ao QOPMA, um total de 373 policiais, aquele que chegou a subtenente e primeiro sargento, que pretende entrar no QOPMA, 2) aquele com policiais que são segundo sargentos hoje, mas ainda terão em média 15 anos para chegar ao topo, nesse grupo também estão os primeiros colocados da última turma que com vinte anos de serviço já serão QOPMA, e 3)  o último grupo que é aquele que está na graduação de terceiro sargento para baixo. No quadro atual esse grupo chegará no máximo a primeiro sargento. Precisamos compreender isso para analisarmos cada proposta. Assim ficará mais fácil visualizar o que poderá ser melhor para a maioria.

A reestruturação, aonde o quadro de QOPMA chega até coronel, é boa para o primeiro grupo, podendo ser estendido até o segundo. Não é boa para o terceiro grupo. O ingresso único poderá beneficiar o primeiro, pois ao fundir o quadro poderão chegar a tenente coronel, atrapalhar o segundo, pois eles possuem tempo para chegar ao topo e beneficiar o terceiro grupo, que chegaria ao máximo a primeiro sargento, podendo chegar com o projeto a primeiro ou segundo tenente.

É uma análise simples, mas serve para nos nortear quanto aos caminhos a seguirmos. Precisamos continuar atentos!

carreira Única

Saiba mais:

O ponto principal agora não é o que temos de proposta, mas sim o que concordamos e discordamos da proposta que lá está. Isso é ter foco. Chegou a fase de negociarmos os pontos da proposta da comissão. Outro ponto que precisamos definir é se queremos SALÁRIO, PROMOÇÕES  ou se é possível termos os dois. É algo básico.

https://aderivaldo23.wordpress.com/2013/09/25/a-entrada-unica-e-reacoes-dentro-da-corporacao/

Nota oficial do Comando:

https://aderivaldo23.wordpress.com/2013/09/29/nota-oficial-do-comando-da-pmdf/

Palavras de um amigo no face:

 “Todos turvam suas águas para parecem profundas”. Nietzsche. Por que não se cria um “fator promocional” relacionado com os anos de serviço que cada praça tem. Na distância entre soldado e subtenente, temos cinco promoções: cabo, 3 SGT, 2 SGT, 1 SGT e ST. Temos 30 anos de serviço para cumprir. 30/5 = 6. O correto, ao meu ver, é “dar” duas promoções ao policial que hoje tem 12 anos de serviço; três promoções àquele que tem 18 anos, e assim por diante. Alguém que tenha menos de 18 anos de serviço, e já seja 1 SGT (ou seja, já tenha recebido 3 promoções ao longo da carreira) pode não concordar, alegando injustiça. Porém, eu digo: alguém tem que ceder para que haja justiça. A turma dos 72.000 foi a única na história da pmdf que não teve a oportunidade de fazer concurso interno para Cabo. Quando tinhamos dois anos de polícia, nos proibiram alegando que não tínhamos “prer-requisito “; quando completamos três anos, foi a mesma coisa, e, por fim, aboliram o concurso interno. Hoje, temos policiais da turma dos 24.000, a qual é imediatamente anterior a nossa promovidos a 2 SGT, enquanto a nossa turma foi, somente a pouco tempo, promovida a Cabo. Portanto, a única forma de corrigir essa, e muitas outras distorções, seria criar um fator promocional nos moldes que eu citei. Qualquer coisa que se afaste disso, me desculpe a franquesa: é engano, sutil, complexo, porém engano.”

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em reestruturação das polícias

2 Respostas para “A quem interessa o ingresso único e a carreira única na PMDF

  1. Ingresso único, carreira única ou seja lá o que for, gostaria de analisar o que de fato vem ocorrendo com a Instituição.
    Começo com a seguinte pergunta: Quando nós ouviremos um Policial Federal, Civil, Tec. Judiciário e etc, afirmar que está estudando para entrar para a PMDF? A questão é mais séria do que podemos imaginar. Será que devemos recuar e diminuir o grau de escolaridade exigido para pleitear vaga na gloriosa?
    Senhores, o fato é que poderia enumerar dezenas de perguntas que ficariam sem respostas convincentes, melhor mesmo é irmos direto aos fatos:
    Hoje a realidade é só uma, nossa gloriosa está servido apenas de trampolim para quem ingressa principalmente na carreira de praça, carreira é uma forma virtual de chamar a progressão funcional das praças na PM, enxergar apenas o próprio umbigo sem pensar no futuro da Instituição é muito grave, hoje vejo 99% das praças que ainda estão iniciando seu vínculo MOTIVADOS, sim, motivados a estudar muito para sair o mais rápido possível. Ora, somos o pior salário dos órgãos de segurança pública, os mais desvalorizados e por ironia o maior e melhor representante do Estado, somos “pau pra toda obra”, as recentes manifestações atestam tal afirmação. Alguém ouviu falar em PC, PF, DETRAN etc? Algumas vezes ainda vi nossos irmãos de farda BM apagando incêndio ou socorrendo vítimas, mas quem realmente aparece na linha de frente é a PM.
    Para não alongar tal comentário, termino com outra pergunta:
    Do jeito que as coisas estão sendo conduzidas, o que podemos esperar em alguns anos?

    Curtir

  2. Sugestão feita pelo Sgt Detonador Bravo sobre a Reestruturação da Carreira das Praças da PMDF. Meus amigos, deixo aqui a minha humilde sugestão, se alguém gostou, compartilhe e tentem colocá-la para votação. Lá vai: 1: O que precisa ser reestruturado é a carreira das praças, e não dos oficiais, estes já estão muito bem na fita; 2: O policial entra soldado e aposenta major; 3: 03 anos sai cabo, 06 anos sai 3º sgt, 09 anos sai 2º sgt, 12 anos sai 1º sgt, 15 anos sai sub ten, 18 anos sai 2º ten, 21 anos sai 1º ten, 24 anos sai cap e com 27 anos sai major. Aos 30 aposenta. 04: Deixa o CFO continuar, para os que querem chegar a coronel. 05: A promoção das praças deve ser pelo tempo de serviço e independente de vagas; 06: O choaem acaba, pois o praça com 18 anos será automaticamente promovido ao posto de 2º tenente; 07: O CFO continua, porém será reservado 50% das vagas para o público interno; 08: Quando esta proposta virar lei, a promoção da praça se dará pelo tempo de serviço independente de vagas, ou seja, um 3º sgt com 21 anos de serviço, será automaticamente promovido ao posto 1º ten, independente de vagas, pois a nova lei prevê que o policial que tenha esse tempo de serviço deve estar no referido posto; 09: Outro exemplo, com a aprovação dessa lei, o cabo com 10 anos de serviço, será automaticamente promovido a graduação de 2º sgt, e assim por diante companheiros; 10: É mais fácil aprovar esta minha sugestão da reestruturação do que lutar por algo quase que impossível, que serve apenas para os políticos se promoverem, como a entrada única e a desmilitarização, sendo que esta envolve as PMs do Brasil todo; 11º; Vamos lutar por algo está ao nosso alcance, pois ainda existe o quadro de major qopma, com isso minha idéia é que todos praças se aposentem major, quem quiser ser coronel, estude e faça o cfo; 12º É mais fácil lutar por algo que existe, basta apenas alterar a lei, no caso o praça ir de soldado a major, do que lutar por algo que só vai fazer aparecer os aproveitadores de plantão querendo ser políticos. A hora é essa, e não se deixem enganar, vamos lutar pelo que em tese irá beneficiar todos os praças, pois é melhor todos aposentarem major, do que aposentar 1º sgt ou sub ten. Compartilhem essa sugestão, e a transformem em proposta, pois o que precisa ser reestruturado é a carreira dos praças, e não dos oficiais. Att. Sgt Detonador Bravo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s