Deputados debatem segurança e outros temas relevantes para o DF

Vários deputados distritais ocuparam os microfones na sessão ordinária desta terça-feira (6) para tratar de temas de interesse do Distrito Federal. Segurança foi o assunto mais comentado. O deputado Chico Vigilante (PT) iniciou a abordagem do tema lamentando a “cultura irracional” de se queimar pessoas vivas, o que tem ocorrido no DF. O parlamentar se referiu ao caso recente ocorrido no Guará, quando um morador de rua teve 70% de seu corpo queimado, falecendo em consequência dos ferimentos.

“As pessoas que fizeram esta maldade são verdadeiras bestas, que sequer podem ser chamadas de seres humanos”, condenou Vigilante. O distrital defendeu um maior rigor na punição de crimes dessa natureza e também cobrou mais discussão sobre a modificação da legislação federal de punição de menores de idade envolvidos na criminalidade. “Precisamos dar um basta nessa situação”, afirmou.

O deputado Wellington Luiz (PMDB) disse que o tema tem que estar sempre vivo porque os casos violentos estão se multiplicando. O distrital Olair Francisco (PTdoB) avalia que as leis brasileiras estão atrasadas em alguns pontos e pediu que o Congresso Nacional encare de frente essa discussão.

Programas – Já o deputado Agaciel Maia (PTC) considera que a falta de infraestrutura das famílias e de programas que possam ajudar as crianças são determinantes para o ingresso dos futuros jovens na criminalidade. Ele argumentou que outros fatores também influenciam no ingresso de jovens no crime e defendeu que as políticas públicas sejam fortalecidas para tentar transformar essa realidade.

Um dos caminhos, na opinião de Agaciel, é o investimento na qualificação profissional, o que pode abrir novas portas e horizontes para os jovens do DF. “Desde o início de meu mandato estou batendo nesta tecla: que a profissionalização e a ocupação no período inverso ao período em que se encontram na escola irão retirar os jovens das ruas”. O deputado pediu apoio dos colegas para a aprovação do Programa Jovem Candango, que deverá beneficiar cerca de cinco mil jovens.

Para a deputada Luzia de Paula (PEN), a sociedade e o Estado devem dar mais atenção às crianças e aos adolescentes para evitar o aumento da criminalidade.

Campo – A segurança no campo foi abordada pelo deputado Dr. Michel (PEN), que reclamou do modo como está sendo montado o batalhão rural. O distrital disse que sempre lutou pela criação desse batalhão, mas não acha certo que a unidade seja criada dentro do grupamento da polícia ambiental. Segundo ele, a violência no campo e a preservação ambiental são atividades de natureza distintas.

Outros – A líder do governo na Casa, deputada Arlete Sampaio (PT), falou sobre as perspectivas de apreciação de matérias importantes do GDF neste segundo semestre. Ela citou como projetos estratégicos para o governo a Lei de Uso e Ocupação do Solo (LUOS) e o Plano de Preservação do Centro Urbanístico de Brasília (PPCUB).

Agaciel Maia também usou a tribuna para pedir a imediata aplicação na Câmara Legislativa da Lei nº 5.122/13, de sua autoria, que determina o pagamento de auxílio-alimentação de, no mínimo, 4% do salário mínimo por dia para os trabalhadores terceirizados. “O preço dos alimentos é o mesmo para terceirizados, comissionados e concursados”, argumentou.

O início das obras de construção da estação de tratamento de água da região do Entorno Sul pela Caesb e Saneago, na semana passada, foi apontado pelo deputado Wasny de Roure (PT) como um exemplo de parceria entre o DF e o Goiás. Na opinião de Wasny, esse tipo de parceria é um caminho importante para resolver uma série de problemas que afligem moradores das duas unidades da federação. “Projetos dessa natureza vão muito além das questões partidárias e devem servir de exemplo na política”, disse.

O deputado Washington Mesquita (PSD) relatou sua participação na Jornada Mundial da Juventude, que reuniu milhares de católicos no Rio de Janeiro em julho. Mesquita elogiou a humildade e o discurso do papa Francisco, que participou do evento e visitou o Brasil pela primeira vez.

Luís Cláudio Alves – Coordenadoria de Comunicação Social
391622_277487469038066_851273435_n
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Tira dúvidas

2 Respostas para “Deputados debatem segurança e outros temas relevantes para o DF

  1. Louzeiro

    Os policiais militares- praças- não têm plano de carreira, não têm um salário digno, não têm liberdade (poder ser preso por qualquer coisa, inclusive, administrativamente e sem direito a HC) em suma, não têm nada…Tem-se, apenas, obrigações e deveres!

    Curtir

  2. Sgt. Nêiliton

    Estive agora de manhã na assembleia das associações mercenárias que nos VENDERAM ano passado por 200 CONTOS, a ASOF NÃO compareceu, talvez tenha sido seduzida com alguma benesse dada pelo GDF à sua cúpula. Vamos a um breve resumo das falas dos presentes:

    Angélica disse: Blá-blá……………blá-blá !!!!!!!!!!!!

    Cel. Brambila disse:

    – Esse governo nos traiu! Nos enganou! Não cumpre sua palavra! Nas manifestações meninos enfiaram o dedo na cara de vocês! (no tempo dele quebravam-se dedos, narizes e os dentes de quem não se enquadrasse, e nos PRENDIAM se alguém falasse em aumento de salário), expôs sua indignação, sua revolta e sua decepção, infelizmente são sentimentos e atitudes TARDIAS igualmente aos que veremos daqui a 5 ou 10 anos pelos os oficiais que hoje são comandantes, chefes ou diretores, e que mesmo sofrendo amargurados continuarão a defender esse sistema MILITARIZADO sem direitos para nós, mas que os tornarão igualmente sem direitos em um FUTURO BREVE feito o Cel. Brambila.

    Bombeiro Roosevelt disse:

    -É melhor todos ENFIAREM O RABINHO ENTRE AS PERNAS, irem para casa caladinhos e esperar 2014, o governo já disse que não vai dar mais nada, então não sei por que mais assembleias…………mais uma vez o Sr. Roosevelt rachou nossa cara e principalmente a dos Bombeiros de tanta vergonha, de tanta submissão, de puro PELEGUISMO.

    Major Cruz disse:
    – Blá-blá !! Blá-blá !! Constitucionalmente somos reserva do Exército, mas na prática somos reserva da AGEFIS, da SEFAZ, do DETRAN, do IBAMA, do PAISSANDÚ, do GOYTACAZ, do ASA de ARAPIRACA do INACREDITÁVEL FUTEBOL CLUBE, pois enquanto todos ganham mais que nós, somos obrigados a dar-lhes segurança em suas operações.

    Sub. Pato disse:
    – Já consegui reuni 10 mil aqui nessa praça ( mas vendi na primeira oferta por 200 contos), vamos votar as pautas? VAMOS !!

    Comento:

    Não estou descrevendo o ocorrido hoje como uma fantasia, de fato tudo isso ocorreu, mas ficou evidenciado nessa assembleia que TODOS os representantes das associações, e todos aqueles que se sentaram em uma filmagem juntamente com Secretário de Segurança Sandro Avelar e o Cel. Leão logo no início do comando do Cel. Suamy alguns meses atrás, e que tomaram CAFÉ da MANHÃ recentemente com o Governador são os mesmos que subiram ao carro de som . Será que eles gostam de viverem sendo enganados? Pois nesse tal café da manhã e nessa tal reunião meses atrás eles já SABIAM do imbróglio que estavam se envolvendo, uma assembleia ficou marcada para dia 13 de setembro de 2013 às 20:00h na Praça do Relógio em Taguatinga, NÃO sou do contra nem torço para que dê errado, aliás, essa ou qualquer outra assembleia que houver, faço questão de comparecer, pois tudo que pode nos trazer melhora devemos fortalecer, sem preconceitos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s