Chefia e liderança – “Eminência parda”

Em política eminência parda é o nome que se dá quando determinado sujeito não é o governante supremo de tal reino ou país mas é o verdadeiro poderoso, agindo muitas vezes por trás do soberano legítimo, o qual é uma marionete dele, e pode muito bem ser deposto pela eminência parda caso este não o agrade. A eminência parda ainda pode se utilizar de qualquer tipo de poder para exercer seu poder, seja ele militar, econômico, religioso e/ou político.

Artigo de André Soares – 30/10/2010.

 “Eminência  parda” é uma expressão que caiu no esquecimento, embora a realidade que  representa seja sempre presente e permanente. Sua importância na  condução dos destinos das sociedades é tamanha que o grande filósofo  Maquiavel já advertia os reis de sua época, em sua obra “O Príncipe”,  que dedicassem redobrada atenção à pessoa que fosse uma “eminência  parda”, conquanto essa denominação tenha surgido mais tarde. “Eminência parda” tem sentido figurado e em síntese significa o “líder do líder”. Um líder pode ser liderado? Exageros à parte, é isso que faz uma “eminência parda”. É por isso que essa pessoa é uma “eminência”, pois você acha que é fácil liderar um líder? Você acha que um líder se deixará liderar? Afinal, um líder não é líder? O fato é que não resta dúvida que líderes são pessoas especialíssimas e  inteligentíssimas. E ninguém melhor do que eles para dominar a  habilidade de conhecer e manipular as pessoas. Afinal, eles lideram  seres humanos. Portanto, a rigor, líderes não são liderados, mas são  influenciados por outras pessoas. E isso representa enorme poder. Imagine o poder de alguém que tem a capacidade de influenciar um líder! Pois, a “eminência parda” tem esse poder. É por isso que “eminências pardas” são pessoas tão especiais como os  próprios líderes e, não se esqueça, ambos são inteligentíssimos.  Significa que, embora haja várias circunstâncias e características dessa  relação, quando empregam suas inteligências em conjunto, são  insuperáveis. Para compreender melhor esse grande poder, vale aqui ressaltar o que diferencia o líder da “eminência parda” – a estratégia. Assim, se ambos são “eminências”, pois são pessoas especialíssimas, o líder tem a notoriedade, sendo conhecido de todos – mas a “eminência parda” não. É por isso que ela é “parda”, porque não aparece, não é conhecida por ninguém, apenas pelo líder; pois sua principal estratégia é o sigilo. A história de humanidade está repleta de grandes feitos e realizações,  as quais são sempre atribuídas aos líderes que desfrutam do mérito e da  glória de eternizarem seus nomes. Todavia, a verdade desconhecida é que,  em muitos casos, se o grande protagonista foi um líder, o grande mentor  foi uma “eminência parda”. Portanto, sempre que você encontrar a ação de um líder, não se esqueça que ele pode apenas ser a obra de outro líder.

duvida

Fonte: http://www.inteligenciaoperacional.com/index.php?option=com_content&view=article&id=175&Itemid=264

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Tira dúvidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s