Regime de Trabalho X Previdência Social

05/02/2013 01:27:00

Coronel Suamy Santana – Comandante-Geral da PMDF

O mundo atual vive profundas transformações, fruto da nova ordem econômica e social que impõe a reformulação do papel do Estado além da otimização do uso dos recursos públicos.

Diversos países, dentre eles o Brasil, vem discutindo o aumento dos gastos públicos com a previdência social, haja vista o envelhecimento da população e de legislações que beneficia segmentos de Servidores Públicos.

Em uma primeira reforma da previdência brasileira, houve vários cortes de direitos de Trabalhadores e de Servidores Públicos, reduzindo o teto de pagamento do benefício para aproximadamente R$ 2.000,00 reais. Nesta reforma os militares federais e estaduais foram poupados, permanecendo com os vencimentos inalterados na inatividade, com exceção de algumas gratificações inerentes ao trabalho ativo.

Os debates continuam acirrados no Governo Federal e no Congresso Nacional, visando uma segunda reforma previdenciária para o incremento de novos cortes, agora atingindo algumas carreiras de Estado, dentre elas os Militares.

O forte argumento defendido, pelas Forças Armadas e Polícias Militares Brasileiras é a peculiaridade da carreira militar, e a submissão a um regime de trabalho diferenciado que enseja prontidões, deslocamentos para missões, serviços extras, especiais etc., ou seja, acima das 44h semanais estipuladas pela legislação que trata da matéria.

São essas condições especiais que nos garantem uma previdência social diferenciada com a manutenção de um padrão salarial após a aposentadoria, ou seja, nosso regime jurídico.

Assim, reivindicações, tais como, de igualdade de direitos e isonomia de horas de trabalho com categorias de servidores públicos é um equívoco defendido por aqueles que não possuem uma visão ampliada da atual realidade.

Será esse o momento político para despertar um gigante que poderá nos engolir ou queremos uma isonomia de obrigações também, com redução drástica de nossos salários na aposentadoria?

Pense nisso, antes de defender isonomia de regime de trabalho, pois você poderá dar “UM TIRO NO PÉ”.

Fonte: http://www.pmdf.df.gov.br/?pag=noticia&txtCodigo=15225

cortando%20dinheiro

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Reflexão

7 Respostas para “Regime de Trabalho X Previdência Social

  1. silva sa

    Aderiva boa noite, estou com dúvidas, meu vizinho é policial civil , meu irmão é segundo sargento, ambos aposentados após trinta anos de serviços muito merecidos. a diferença é que o sargento recebe metade do policial civil. me diga que tiro no pé é esse. ainda não entendi. haaaa nunca ví o policial civil pedindo para mudar de aposentadoria.

    Curtir

  2. João Paulo

    A nossa aposentadoria especial se justifica por ser profissão de risco, não tem nada a ver com regime de trabalho, de horas ou seja lá o que for. Em qualquer polícia do Brasil o regime de previdência é igual. E de onde ele tirou que a gente não perde ao ir para inatividade?
    Na falta do cumprimento das promessas do governo e de benefícios reais aos praças lançam-se ameaças aos parcos benefícios que temos; e alguns caem nessa – eis a dominação pelo medo.

    Curtir

  3. Estão vendendo “peixe podre” – como diz o dito popular mineiro.
    Essa estoria de previdência especial é vendida pelos oficiais da PM para manterem o status quo e tentar podar o ímpeto das praças em querer ter escalas justas e horários compatíveis com os demais servidores públicos, em especial, as polícias federal e civil. Logo agora em véspera da carnaval esse comunicado tendencioso coloca com “privilégio” do militar se matar no serviço de graça para o estado(o famigerado extra).

    Prestem atenção nas entrelinhas senhores!!!!!!!

    Curtir

  4. kantefs@hotmail.com

    Aderivaldo!

    por favor, escreva algo sobre a publicação do blog do halk, no que diz respeito a saída desenfreada dos novos policiais!

    Nossa gestão está afundando cada vez mais!

    saíram policiais para instituições que pagam menos do que a PM!

    Curtir

  5. silva sa

    Realmente a aposentadoria do oficial superior é ESPECIAL, agora a do praça é um sacrifício. eles tem que brigar mesmo e muito.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s