Lei 12.086/09, prognóstico!

A lei 12.086/09 consegue me tirar o sono. Cada vez que tento analisá-la tenho insônia. Fazendo uma análise simplista e imediatista ela foi maravilhosa, mas analisando tecnicamente e pensando no futuro, criamos um monstro. Não temos o hábito de fazer análise de cenário, o que nos causa muitos problemas.
A tendência natural é que nossa cidade cresça e que sua população aumente. Inversamente a PMDF tende a diminuir a cada ano sem possibilidade de contratações para acompanhar o ritmo acelerado de pedidos de reserva. Temos as vagas, mas não podemos contratar. Isso me preocupa. Ainda bem que eu posso estar totalmente equivocado, nesse caso, só perderei minha credibilidade.

Antes dessa lei nosso efetivo era basicamente assim:

Antes de 2009 o efetivo de soldado oscilou entre 10mil e 9 mil soldados

Comparando as alterações da nova lei e colocando em foto semelhante podemos vizualizar melhor essa situação. Nesse caso, podemos afirmar que o efetivo atual pode ser representado de forma simplista da seguinte maneira:

Nos últimos dez anos o efetivo de soldado foi reduzido pela metade: 5564 – Fechamos a porta de entrada

Observem a inversão do funil. Teremos nos próximos anos uma evasão de aproximadamente 10 mil homens e não poderemos contratar mais que 4 mil soldados nos próximos dez anos.
Para quem pretende permanecer na Corporação pelos próximos vinte anos, pode ser alarmante. É preciso que alguma providência seja tomada. É necessária uma nova lei aumentando o efetivo de soldados urgente, caso contrário sofremos sérias consequências!!
Poderiam aproveitar e criar uma unidade para cada Região Administrativa do DF, já incluindo o efetivo necessário para tal fim. Agora é hora de pensar na população, já que nossa parte do bolo está sendo comida…

23 Comentários

Arquivado em polícia militar, reestruturação das polícias

23 Respostas para “Lei 12.086/09, prognóstico!

  1. Glauber Macedo

    Muito interessante sua análise, meu amigo…
    Fiquei com uma dúvida relativamente simples, mas creio eu oportuna: se haverá um prejuízo tão grande assim a médio e longo prazos, afinal de contas quem foi o responsável pela criação do “monstro”?

    Pergunto isso por ver, em suas análises e comentários tanto aqui quanto no Fórum dos Aprovados, que o quantitativo de Soldados (os elementos de execução junto com os CB) sofreu uma redução drástica com a nova lei… A população reclama que faltam policiais nas ruas, e o que ocorre é uma diminuição do quantitativo?

    Cacilda, começo a entender os motivos pelos quais você fica com insônia quando para pra analisar a lei… Rsrsrs

    Abraços, meu irmão!

    Curtir

    • Aderivaldo Cardoso

      O importante não é a discussão de quem fez, até pq todos nós fomos favorecidos. Pensamos apenas em chegar ao topo. O importante agora é criar mecanismos para “domar” o mostro. Existem monstros que “dosmiticados” se tornam bons amigos!!
      abraço

      Curtir

      • Glauber Macedo

        De fato… Ficar buscando agora “culpados” não resolve muito… Se todo o sistema ajudar a controlar possíveis problemas, creio que tudo dará certo nom fim das contas…😉

        Abraços!

        Curtir

    • Gustavo 9ª DP

      Aderivaldo, quero te passar um e-mail que recebi do senasp quando a Bolsa Copa.
      Achei q tinha gravado seu e-mail mas não gravou…
      Me manda um e-mail q te mando: gustavoborges2000@hotmail.com

      Mas adiantando o que diz o e-mail:

      “A Bolsa Copa será destinada a bombeiros e policiais militares e civis das 12 cidades sedes dos jogos de 2014. O valor da Bolsa será reajustado de forma gradual, começando com R$ 550 em 2010; R$ 655 em 2011; R$ 760 em 2012; R$ 865 em 2013 e R$ 1000 em 2014.Não há teto salarial para a concessão do benefício.

      Curtir

  2. Glauber Macedo

    Aproveito a “deixa” pra perguntar uma coisa ao Sr…

    O CFO possui em seu currículo o Método Giraldi para os cadetes… Meu irmão (2º TEN) me disse uma vez que é um método muito bom… Gostaria de saber se essa abordagem faz parte também do CFSD e, em caso negativo, os motivos que levam a Corporação a não vincular essa Disciplina ao currículo do SD em formação.

    Novamente deixo aqui um abraço!

    Curtir

    • Aderivaldo Cardoso

      Sim…Creio que o método constará no Currículo. Até mesmo pq quem está a frente hoje da seção responsável é o Major Sant´anna e ele é técnico. Os técnicos gostam do método. abraço

      Curtir

      • Glauber Macedo

        Uia, legal isso…
        Fiz essa pergunta por causa de uma observação que faço pelas ruas… Os Oficiais novinhos (2º Ten principalmente) andam TODOS com o distintivo do curso… Mas pra ver algum SD com o brevê é uma dificuldade… Daí presumiria eu que não há o Método durante o CFSD… Espero estar errado… Já li um pouco sobre o método, e me agrada muito a filosofia de que “o disparo só deve ser executado quando não houver mais qualquer tipo de saída”…

        Curtir

      • Aderivaldo Cardoso

        Pra soldado é tudo mais difícil, meu caro!
        A última turma já tem sete anos de serviço, nessa época ainda não haviam introduzido o método…abraço

        Curtir

      • Ten Charles Marques

        Meu Nobre Aderivaldo,
        Colega de Bancos Acadêmicos e de PM,

        Gostaria de esclarecer ao ilustre Glauber Macedo,
        futuro irmão de farda, que desde 2004 no CFAP (onde tive a honra e o privilégio de servir entre os anos de 2002-2006) , os Alunos do CFC, CFS e CAS, recebem sim a formação e capacitação ao uso da pistola .40 , conforme a Metodologia do Cel. Giraldi, e ñ será diferente com os futuros cursos ministrados pelo CFAP e APMB.

        Porém , como você mesmo relatou, nos últimos CFSd’s (2002 e 2003) a PMDF ainda ñ havia implantado oficialmente o Método, o que gerou uma lacuna na Formação destes SD’s, o que só viria a ser corrigido após a implantação legal e formal de tal Metodologia no âmbito da PMDF.

        Só para lembrar, o Cmt. Geral que regularizou e formalizou a adoção de uma metodologia única foi o CEL AZEVEDO, por volta do ano de 2004, a partir de então caberia às Unidades de Ensino (CFAP e APMB) adequarem seus Planos de Curso à nova realidade relativa ao ensino de AMT – Armamento, Munição e Tiro, assim como outras UPM’s poderiam propor e requerer vagas para habilitação de seu efetivo, inclusive ministrando os Cursos sem a intermediação das Unidades de Ensino, para tanto bastaria que estas agilizassem seus Planos de Curso, Notas de Instrução, etc… visando formar mais rapidamente seus PPMM.

        Quanto ao uso do brevê, há que se lembrar que alguns policiais fizeram os antigos e extintos Estágios de Atualização e/ou Adaptação ao uso da Pistola .40 (no início com a PT 100 e depois com a PT 24/7) à época com uma Carga horária extremamente diminuta, razão essa que ñ lhes conferia o direito de uso do Brevê, o que seria assegurado apenas aos Multiplicadores e técnicos que obedecessem os requisitos inerentes a carga horária mínima, conforme regulamentado pela DE, EM e GCG.

        Por fim, saliento que em relação aos Oficiais ditos pelo Glauber (os novinhos), assim como inúmeros SD, CB, SGT e ST, desde 2004 todos recebem a formação do Mét. Giraldi em Cursos de Formação/Aperfeiçoamento/Especialização, sendo que todos os ASP’s e 2º TEN’s existentes hoje na PMDF foram alcançados por essa nova filosofia de instrução da disciplina de AMT.

        Ou seja, meus caros, todos os SD’s do próximo CFSd serão alcançados por esta regra hoje em vigor, ñ cabendo portanto a premissa de que “pra soldado tudo é mais difícil..”

        Qualquer dúvida estou à disposição na APMB!

        Abç. Ten Charles Marques

        Curtir

      • Aderivaldo Cardoso

        Bom vê-lo por aqui, ainda mais com uma explanação como essa!
        Resposta mais completa que essa não poderíamos encontrar nesse espaço!

        Ps: Precisamos voltar a debater aquele assunto….precisamos reunir os outros e procurar o Arthur….

        abraço

        Curtir

      • Glauber Macedo

        Concordo com o colega Aderivaldo… Explanação mais clara e objetiva não há! rsrsrs
        Obrigado Sr TEN Charles Marques!

        Curtir

  3. FiremanDF

    O prognóstico no CBM DF é o seguinte.

    2.300 soldados previstos (hoje temos apenas 1.200)
    1080 Cabos
    1030 3º Sgt
    950 2º Sgt
    750 1º Sgt
    350 Sub

    Ou seja, a maioria de Sargentos.
    Especula-se mudar as funções dos 3º Sgt no CBM DF, “equiparando-os” aos Cabos e Soldados, caso contrário teremos em breve um colapso na prestação do serviço por falta de soldados.

    Engraçado ver hoje nos quartéis a pirâmide invertida, ou seja, temos mais sargentos do que cabos e soldados nas escalas.

    Curtir

    • É amigo, homem do fogo, a vantagem é que no Bombeiro observamos que existem mais vagas que soldados, no nosso caso, temos mais soldados que vagas….
      Criamos uma lei onde já iniciamos com excedente de soldados….
      Não adianta termos dez mil vagas para cima. Somente nos importa as vagas para soldado e segundo tenente….para contratação!

      Curtir

  4. Caro amigo Glauber,

    observei o seu interesse pela metodologia de atividades operacionais, tenho um material elaborado pela SENASP, uso progressivo da força da abordagem policial, se tiver interesse (por enquanto em teoria) mando para vc, só basta informar-me o seu e-mail.

    Curtir

  5. Pingback: Redução de interstício para as promoções! « Policiamento Inteligente

  6. cb edezio

    Caro amigo, entendo sua colocação, mas a solução é simples, basta valorizar o policial que esta na ativa, diminuir o interticio, isto é, buscar diminuir mais do que a lei 12086/09 autoriza, ou seja, tentar legalizar este dispositivo. A fundamentação que aponto no meu raciocinio é que se os policiias da ativa, que ja estão ai com seus 20 anos de serviço, forem promovidos, teremos mais vagas para soldado, logico, tem que haver um aumento no quantitativo de pessoal a ser contratado. concluindo, parar com o ego pessoal de achar que so eu tenho direito a promoção e comçar a olhar para o futuro, visando o fortalecimento da instituição e a valorização do profissional, seja pela qualificação ou pela motivação, todas duas são importantantes.

    Curtir

  7. Pingback: A nova estrutura da Polícia Militar do DF. Problema ou solução? « Aderivaldo Cardoso

  8. daniel Gemaque paiva

    Se Possivel,
    gostaria de saber a respeito do interstício do quadro de oficiais e a remuneração que o oficial recebe quando tenente????? já que estou indo fazer a prova para oficial, sou de Belém do Pará..
    desde já agradeço.
    daniel

    Curtir

  9. Pingback: Concusos para soldado e oficial da PMDF liberados! | Aderivaldo Cardoso

  10. Pingback: Análise do “prognóstico” sobre a Lei 12.086/09 feito em 2010 | Aderivaldo Cardoso

  11. Pingback: Análise do “prognóstico” sobre a Lei 12.086/09 feito em 2010 | Blog do Poliglota

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s