Brazil’s police take Bible classes to reduce stress

RIO DE JANEIRO (RNS) Amid concerns about police brutality, Brazilian military police officers are taking Bible study classes during their working hours to help them deal with stress and improve their personal and family lives.

The initiative teaches officers how to apply biblical concepts to everyday family matters and encourages them to search for biblical examples that give advice, guidance and solutions about family issues, including how to rear children, handle finances and build personal relationships.

The Moral Education Program was launched as a three-month pilot project in the capital Brasilia by the Federal District Military Police in partnership with the Sao Paulo-based University of the Family. More than 150 officers applied to join the project but only 70 have been selected to attend the two-hour weekly sessions because of limited space.

The Christianity-based course has hit controversy with critics arguing it is inappropriate for Brazil as a secular state — with a stated policy of neutrality on religion — to promote Christian teachings in a public institution. The military police is the civilian wing of the security forces and responsible for law and order on the streets, attending crime scenes and arresting suspects.

“The constitution clearly prohibits the dissemination of religious doctrine,” said Paulo Blair, a lecturer in constitutional law at the University of Brasilia.

But a representative from the military police said while the secular state makes it clear that it will not favor one religion over another, it also means the state will not interfere with the operation of any religion.

“We see this course as a tool that can help our officers, said military police chaplain Gisleno Farias, coordinator of the program.

The program comes at a time when Brazil’s police are under increased pressure to restrain their heavy-handed tactics against anti-government protesters who took to the streets in the thousands this year to demonstrate against government spending policies, political corruption and the excessive amount of public funds invested in the construction of the 2014 FIFA World Cup stadiums and Olympic venues.

Lucia Nader, executive director of Conectas, a Brazilian human rights organization based in Sao Paulo, said the level of violence displayed by the military police when handling crowd control calls for urgent reforms.

“Military police have not followed the democratization process in the country,” Nader said. “They must be able to protect citizens, not treat them as enemies, fulfill their roles efficiently, but also respect human rights.”

But as violent bouts of social unrest, such as last week’s clashes between protesters and security police in Rio de Janeiro, continue to disrupt major Brazilian cities, authorities say they are trying to find ways to alleviate their officers’ stress.

“The police need to be prepared for the worst, because they never know what kind of situation they are likely to face on a daily basis,” said Farias.

The chaplain said 90 percent of the officers in Brasilia define themselves as Christian so the material was designed to reflect that faith.

Police officer Paulo Henrique Silva de Pinho with his wife, Ruth Silva, and son Heitor Luz, 2. Photo courtesy Paulo Henrique Silva de Pinho Show caption

Police officer Paulo Henrique Silva de Pinho of Brasilia with his wife, Ruth Silva, and son Heitor Luz, 2. Photo courtesy Paulo Henrique Silva de Pinho


This image is available for Web and printpublication. For questions, contact Sally Morrow.

 

“In December of this year, when the course finishes, we will do a review and decide after that whether the scheme should be taken nationwide,” Farias said. “If this happens we will also make sure that similar initiatives are adopted based on material from other faiths. But this will depend on the level of the demand.”

Police officer Paulo Henrique Silva de Pinho has been with the Federal District Military Police in Brasilia for over 10 years. He admitted he wasn’t religious but when he heard about the course he decided to sign up because he was having marital problems.

“My wife and I were arguing a lot,” he said. “Things were very unhappy. It was affecting our son and having a negative effect on my performance at work. I couldn’t concentrate and felt irritable and pressured.”

After attending four sessions the 34-year-old officer says he has already noticed the difference in how he approaches the difficulties at home.

“It has been an excellent opportunity for me to examine who I am and to grow as a man, father, husband and professional,” de Pinho said. “I have learned how to show patience and tolerance and I feel the sessions are giving me the qualities to help me grow as a person and to help me play my role fully in my family.”

His wife, Ruth, agreed.

“This Bible course couldn’t have come at a better time, because I have got my husband back,” she said. “He is motivated, loving and the changes in him have helped me to become more understanding. I am excited about our future together now as a family.”

YS/AMB END COELHO

Fonte: http://www.religionnews.com/2013/10/28/brazils-police-take-bible-classes-reduce-stress/

About these ads

6 Comentários

Arquivado em Religião

6 Respostas para “Brazil’s police take Bible classes to reduce stress

  1. Leandro

    Dear Aderivaldo..
    It´s a pleasure to write here about this text. Actually, we need more than our friends, our commanders or ou family.. God is essential in our lives!!
    Hope we´ll have more posts link this.. in English as well. As you know, we have a lot to study, write and discuss about police. So, let´s move up..
    Regards

    • Leandro

      A pedidos..

      “Prezado Aderivaldo..
      É um prazer escrever aqui sobre esse texto. Atualmente, nós precisamos mais do que nossos amigos, nossos comandantes ou nossa família.. Deus é essencial em nossas vidas!!
      Espero que tenhamos mais postagens como essa.. em inglês, por exemplo. Como você sabe, temos muito o que estudar, escrever e discutir sobre polícia. Então, mãos à obra..
      Abraços”

  2. Aderivaldo Cardoso

    Grande Leandro!
    Não me atrevo a respondê-lo em inglês, mas fico feliz com suas palavras! Deus é fundamental em nossas vidas sempre! Fiquei muito orgulhoso ao ver nossa Corporação sendo mostrada para o mundo. Um curso que foi criticado por muitos meios de comunicação no Brasil, mostrando que a transformação do homem, por meio da palavras de Deus, pode também transformar uma instituição! O objetivo aqui é sempre elevar nosso nível! Querendo traduzir alguns textos para publicarmos aqui, sinta-se a vontade! Que Deus o abençoe! =)

  3. Luciano

    Polícia do Brasil ter aulas bíblicas para reduzir o stress

    RIO DE JANEIRO ( RNS ) Em meio a preocupações sobre a brutalidade da polícia , policiais militares brasileiros estão tendo aulas de estudo da Bíblia durante as suas horas de trabalho para ajudá-los a lidar com o estresse e melhorar suas vidas pessoais e familiares.

    A iniciativa ensina oficiais como aplicar conceitos bíblicos para questões familiares cotidianas e encoraja-os a procurar exemplos bíblicos que dão conselhos , orientações e soluções sobre questões familiares , incluindo como criar filhos , lidar com as finanças e construir relacionamentos pessoais.

    O Programa de Educação Moral foi lançado como um projeto piloto de três meses em Brasília pela Polícia Federal do Distrito Militar em parceria com a São Paulo com base em Universidade da Família . Mais de 150 policiais solicitaram a adesão ao projeto, mas apenas 70 foram selecionados para participar das sessões semanais de duas horas por causa do espaço limitado.

    O curso baseado cristianismo atingiu polêmica com críticos argumentando que não é apropriado para o Brasil como um Estado laico – com uma política declarada de neutralidade sobre a religião – para promover os ensinamentos cristãos em uma instituição pública . A Polícia Militar é o braço civil das forças de segurança e responsáveis ​​pela lei ea ordem nas ruas , atendendo cenas de crime e prender os suspeitos .

    ” A Constituição proíbe expressamente a divulgação da doutrina religiosa”, disse Paulo Blair , professor de direito constitucional da Universidade de Brasília.

    Mas um representante da polícia militar disse que , enquanto o Estado secular deixa claro que ele não vai favorecer uma religião em detrimento de outra , isso também significa que o Estado não irá interferir com o funcionamento de qualquer religião.

    “Nós vemos este curso como uma ferramenta que pode ajudar nossos oficiais, disse polícia militar capelão Gisleno Farias, coordenador do programa.

    O programa vem num momento em que a polícia do Brasil estão sob crescente pressão para conter suas táticas de mão pesada contra os manifestantes anti- governamentais que tomaram as ruas aos milhares este ano para protestar contra as políticas de gastos do governo , a corrupção política e da quantidade excessiva de público fundos investidos na construção dos estádios da FIFA 2014 Copa do Mundo e locais olímpicos.

    Lucia Nader , diretora executiva da Conectas , uma organização de direitos humanos brasileira com sede em São Paulo, disse que o nível de violência exibida pela polícia militar ao manusear o controle da multidão pede reformas urgentes .

    ” A Polícia Militar não ter seguido o processo de democratização no país “, disse Nader . “Eles devem ser capazes de proteger os cidadãos , e não tratá-los como inimigos , cumprir as suas funções de forma eficiente, mas também respeitar os direitos humanos . ”

    Mas, como ataques violentos de agitação social , como os confrontos da semana passada entre manifestantes e polícia de segurança no Rio de Janeiro, continuam a perturbar grandes cidades brasileiras , as autoridades dizem que estão tentando encontrar formas de aliviar o estresse de seus funcionários .

    “A polícia precisa estar preparado para o pior, porque nunca se sabe o tipo de situação que são susceptíveis de enfrentar em uma base diária “, disse Farias .

    O capelão disse que 90 por cento dos oficiais em Brasília, definem-se como cristão para que o material foi projetado para refletir a fé .

    Apresentar legenda
    O policial Paulo Henrique Silva de Pinho de Brasília com sua esposa, Ruth Silva , eo filho Heitor Luz, 2 . Foto cedida por Paulo Henrique Silva de Pinho

    Esta imagem está disponível para Web e printpublication . Em caso de dúvidas , entre em contato Sally Morrow .

     

    ” Em dezembro deste ano, quando o curso terminar, vamos fazer uma revisão e decidir depois que se o regime deve ser tomado todo o país “, disse Farias . ” Se isso acontecer, vamos também ter certeza de que iniciativas semelhantes sejam adotadas com base em material de outras religiões. Mas isso vai depender do nível da procura “.

    O policial Paulo Henrique Silva de Pinho foi com a Polícia Militar do Distrito Federal em Brasília há mais de 10 anos. Ele admitiu que não era religioso, mas quando ele ouviu falar sobre o curso , ele decidiu se inscrever porque ele estava tendo problemas conjugais.

    ” Minha esposa e eu estávamos discutindo muito “, disse ele . ” As coisas estavam muito infeliz. Ele estava afetando o nosso filho e ter um efeito negativo sobre o meu desempenho no trabalho. Eu não conseguia me concentrar e me senti irritado e sob pressão ” .

    Depois de assistir a quatro sessões a 34-year- old oficial diz que já notou a diferença na forma como ele aborda as dificuldades em casa .

    “Foi uma excelente oportunidade para me examinar quem eu sou e para crescer como homem , pai, marido e profissional”, disse de Pinho. “Eu aprendi a mostrar paciência e tolerância e sinto as sessões estão me dando as qualidades para me ajudar a crescer como pessoa e me ajudar a desempenhar o meu papel totalmente na minha família . ”

    Sua esposa, Ruth , concordou.

    “Este curso bíblico não poderia ter vindo em melhor hora , porque eu tenho o meu marido de volta “, disse ela . “Ele é motivado, amoroso e as mudanças nele me ajudaram a tornar-se mais compreensivo. Estou animado sobre o nosso futuro juntos agora como uma família. ”

    YS / AMB END COELHO

  4. Luciano

    Caro Aderivaldo ..
    É um prazer escrever aqui sobre este texto. Na verdade, precisamos mais do que nossos amigos, nossos comandantes ou familiares UO .. Deus é essencial em nossas vidas!
    Espero que nós vamos ter mais posts vincular isso .. em Inglês também. Como você sabe, nós temos muita coisa para estudar, escrever e discutir sobre a polícia. Então, vamos subir ..
    Saudações

    Caro colega muito policiais não sabem falar ou escrever em inglês, então se quiser ajudar, coloque a tradução.

    Grato.

  5. As lições dos mais fortes “Os americanos concluíram ainda que o altruísmo, a religião e a coragem para enfrentar os medos também compõem a matéria-prima dos mais fortes.”
    É inegável a essa altura a importancia da religião na vida das pessoas!
    http://istoe.com.br/reportagens/332651_AS+LICOES+DOS+MAIS+FORTES?pathImagens&path&actualArea=internalPage

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s