PEC – Ponto de Encontro Comunitário!

Volto a afirmar nesse espaço que tenho o objetivo (pretencioso) de me tornar o maior multiplicador da filosofia de polícia comunitária, por acreditar que é a maneira mais avançada de se policiar uma determinada localidade. Temos melhores resultados quando delimitamos a área de atuação e quando legitimamos nossas ações junto a comunidade!

Como sempre tenho dito o POLICIAMENTO INTELIGENTE é a busca da EFICIÊNCIA E EFICÁCIA DA POLÍCIA TENDO COMO BASE A COMUNIDADE!

É a aplicação da FILOSOFIA + MÉTODO + AÇÃO (INDIVIDUAL OU INSTITUCIONAL).

1) Filosofia = pré-conceitos sendo quebrados, gerando conceitos, produzindo conhecimento;

2) Método = Mobilização (interna e externa) + Planejamento + Solução do Problema (tendo como resultado as ações);

3) Ação de Policiamento Comunitário = Ação individual  (micro)+ Ação Institucional (macro).

Recentemente tenho observado espalhadas por todo Distrito Federal algumas áreas de lazer denominadas PEC – PONTO DE ENCONTRO COMUNITÁRIO. Gosto de observar a cidade do Riacho Fundo, dando continuidade a observação que iniciei para minha monografia em 2008.

Pela manhã e por volta de 18 horas esses locais se tornam muito movimentados, são frequentados por idosos, jovens e crianças. Alguns deles estão nas áreas de atuação dos Postos Comunitários de Segurança. Uma boa oportunidade, para que os policiais não fiquem sendo apenas vigias de postos!   Nesses horários, principalmente após as 18 horas, os policiais poderiam fazer as RONDAS DE BAIRRO  nessas áreas, fazendo breves contatos com a comunidade!

Lembrando sempre que nossa polícia é preventiva é que seria um bom momento para uma aproximação, além disso observei vários usuários de drogas nas proximidades desses locais, o que pode se tornar um bom local para vender drogas, devido a grande circulação de jovens e crianças nesses locais!

Devemos nos antecipar aos marginais. Isso é ser preventivo!!  Um policial comunitário é aquele que além da prática policial aprendeu a dizer algumas palavras mágicas: BOM DIA!   BOA TARDE!   BOA NOITE!   POSSO AJUDÁ-LO CIDADÃO? 

Quero frisar também que tal idéia é para aqueles locais onde seja possível e onde tenha policiais com o perfil comunitário!

About these ads

2 Comentários

Arquivado em polícia comunitária, policiamento comunitário, policiamento inteligente, reestruturação das polícias

2 Respostas para “PEC – Ponto de Encontro Comunitário!

  1. Aderivaldo Cardoso

    Mais um Ponto de Encontro Comunitário no DF26/03/2010 – 17:09 | Habitação, Urbanismo e Meio Ambiente | Imprimir Texto | Voltar Moradores de Águas Quentes serão beneficiados com um espaço construído para prática de exercícios e que proporciona convívio entre a comunidade

    A Secretaria de Obras e a Novacap entregam amanhã mais um Ponto de Encontro Comunitário (PEC). Dessa vez, é a comunidade de Águas Quentes, uma gerência da cidade do Recanto das Emas, que será contemplada. A inauguração será às 11h.

    O oitavo PEC está localizado às margens da DF-280, a 9 km do entroncamento com a BR-060 (Goiânia), e conta com dez aparelhos, sendo um multiexercitador, um alongador, um simulador de caminhada, um simulador de cavalgada, um esqui, uma remada sentada, uma rotação dupla diagonal, uma rotação vertical, um de pressão das pernas e um de pressão de surf.

    Além dos equipamentos para a prática de exercícios, a Novacap criou também espaços para o relaxamento, com bancos e mesas rodeados de verde. “A ideia é oferecer ambientes também para a boa conversa entre os moradores”, explica a arquiteta Simone Paiva, da Coordenação dos PEC da Novacap. O paisagismo é de responsabilidade do Departamento de Parques e Jardins (DPJ).

    Com informações da Novacap

  2. Aderivaldo Cardoso

    Vila Telebrasília já tem Ponto de Encontro Comunitário

    Os moradores da Vila Telebrasília receberam, ontem, um Ponto de Encontro Comunitário (PEC) – uma verdadeira academia ao ar livre dedicada à terceira idade. Os equipamentos foram entregues pela vice-governadora Ivelise Longhi, que também testou alguns aparelhos. Além da Vila Telebrasília, outras sete cidades do DF receberam pontos de ginástica neste mesmo dia: Setores Oeste e Sul do Gama, Nova Colina (Sobradinho), Engenho das Lajes, Varjão, Riacho Fundo I e II.

    “Estes equipamentos são uma demanda muito grande da sociedade e são utilizados por todos”, disse a vice-governadora ao visitar o PEC da Telebrasilia, ao lado do campo de grama sintética. A implantação dos oito pontos nesta quinta foi uma determinação do Comitê de Acompanhamento, Controle e Monitoramento de Obras, coordenado por Ivelise, que vem dando prosseguimento às obras consideradas prioritárias pelo governo. De acordo com a Novacap, responsável pela implantação dos PECs, cada academia custa aproximadamente R$ 75 mil. Elas são compostas por dez equipamentos e os locais onde são colocados os pontos recebem urbanização, como grama, mudas de árvores, bancos, mesas com cadeiras e calçamento.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s